https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Amor : 

Deixo me no silêncio

 
Deixo me no silêncio
 
A brisa molha a janela tocada pelos álveos dos olhos
Uma manhã sem alvorecer descampado pelos áfios
Momentos que se amarasse do inacabado
Um espaço acomodado pelo silêncio
O olhar sentindo sobre a seda dos Alves

A saudade de ti embaça nos atais que se possamos
Os ventos não conseguirão prosseguir adicionando seu fuso
O que passa é penumbras de onde brotam as neblinas
Em destino correndo nos vazios vorazes
Tudo imanta você

Desvia-se ate os inconceptos onde gritam as nuvens
Da noite a certeza se remanescerá a saudade
Ela se arqueia dentro dos corações
Identificando-se os instantes que se Gouveia Ava dando o amor
Muitas tardes passará por nós abi ficando os veraneios
Somente o tempo para me dizer onde estará nós
Deixo me no silêncio


Autor: martisns
José Carlos Ribeiro

 
Autor
martisns
Autor
 
Texto
Data
Leituras
486
Favoritos
4
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
76 pontos
26
9
4
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 01/05/2017 20:01  Atualizado: 01/05/2017 20:01
 Re: Deixo me no silêncio
Caro amigo Martins, mestre dos versos apaixonados, criando mais um belo poema. Adorei! Um abraço daqui do litoral paulista. Tenhas uma boa tarde.

Aplausos pra ti amigo Martins!
Maria Laís.


Enviado por Tópico
Semente
Publicado: 01/05/2017 20:36  Atualizado: 01/05/2017 20:36
Colaborador
Usuário desde: 29/08/2009
Localidade: Ribeirão Preto SP Brasil
Mensagens: 8375
 Re: Deixo me no silêncio PARA MARTINS
Amado poeta , o poema como sempre é um primor de sentimento, emoção, e talento do teu coração, declarando à amada ...Parabéns !!

Bjos doces


Enviado por Tópico
Upanhaca
Publicado: 01/05/2017 21:53  Atualizado: 01/05/2017 21:53
Colaborador
Usuário desde: 21/01/2015
Localidade: Sol Poente
Mensagens: 4690
 Re: Deixo me no silêncio
Mais uma maravilha entre suas maravilhas.

Lindo! Amei.

Abraço!
upanhaca


Enviado por Tópico
Juanito
Publicado: 02/05/2017 08:45  Atualizado: 02/05/2017 08:45
Colaborador
Usuário desde: 26/12/2016
Localidade: España
Mensagens: 1403
 Re: Deixo me no silêncio
Gostei muito desses versos, estimado Martisns.
Meus parabéns e um abraço.


Enviado por Tópico
Volena
Publicado: 02/05/2017 12:33  Atualizado: 02/05/2017 12:33
Colaborador
Usuário desde: 10/10/2012
Localidade:
Mensagens: 10498
 Re: Deixo me no silêncio P/martisns
Amor e sentimento e um poeta magistral!LINDO! Guardei,
um abraço de admiração e afecto Vólena


Enviado por Tópico
Absalao
Publicado: 02/05/2017 20:48  Atualizado: 02/05/2017 20:48
Da casa!
Usuário desde: 03/08/2013
Localidade: Moçambique, Maputo, Manhiça
Mensagens: 311
 Re: Deixo me no silêncio
Belo poemas.
Gostei!!


Parabéns, mestre.


Enviado por Tópico
Migueljaco
Publicado: 02/05/2017 21:07  Atualizado: 02/05/2017 21:07
Colaborador
Usuário desde: 23/06/2011
Localidade: Taubaté SP
Mensagens: 8617
 Re: Deixo me no silêncio
Boa tarde José Carlos, toda relação de afetos amorosos, é uma estrada de desertos e abismos, que precisa de reparos diuturnamente, para não se perder em seus desencontros, parabéns pelo vosso contundente poema, um abraço, MJ.


Enviado por Tópico
LuízBernardo
Publicado: 03/05/2017 00:32  Atualizado: 03/05/2017 00:32
Da casa!
Usuário desde: 16/02/2017
Localidade:
Mensagens: 236
 Re: Deixo me no silêncio
Parabéns poeta, o seu poema está simplesmente lindo, repleto de sentimento.
Abraço.


Enviado por Tópico
Andeiro
Publicado: 03/05/2017 01:10  Atualizado: 03/05/2017 01:10
Muito Participativo
Usuário desde: 07/03/2017
Localidade:
Mensagens: 67
 Re: Deixo me no silêncio
Lindo poema !

Parabéns amigo poeta Martins...


Enviado por Tópico
RayNascimento
Publicado: 03/05/2017 16:13  Atualizado: 03/05/2017 16:13
Membro de honra
Usuário desde: 13/03/2012
Localidade: Monte Roraima - Brasil
Mensagens: 6191
 Re: Deixo me no silêncio
sempre o amor
a correr nas veias da poesia.
Ray Nascimento


Enviado por Tópico
Liduinan
Publicado: 24/05/2017 15:34  Atualizado: 24/05/2017 15:34
Muito Participativo
Usuário desde: 29/01/2017
Localidade:
Mensagens: 91
 Re: Deixo me no silêncio
Profundo e bonito. Parabéns!


Enviado por Tópico
Jorge-Santos
Publicado: 24/05/2017 16:08  Atualizado: 01/06/2017 17:00
Subscritor
Usuário desde: 24/02/2017
Localidade: Setúbal, Azeitão Portugal
Mensagens: 634
 Coroai-me de espinhos tortos


Coroai-me de tudo
Quanto dói,rosas
Pra me crer "o vivo"
Que vive dentro
Deste corpo

Pois ele me devolve
Tanto quanto sente,
Coroai-me de tudo
O inútil e o estranho,

Vivo num reino estrangeiro
Onde nada me pertence,
Coroai-me de flores murchas
E estas julgarão que vivo
Por dentro do coração
Já que, por fora não pareço vivo,

Coroai-me de espinhos tortos..


Enviado por Tópico
Ana_She
Publicado: 29/05/2017 04:47  Atualizado: 29/05/2017 04:47
Da casa!
Usuário desde: 15/04/2017
Localidade:
Mensagens: 247
 Re: Deixo me no silêncio
A saudade, quando aperta pra valer, paralisa a voz.

Intensa a sua poesia. Parabéns.

Abraço fraterno