https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Letras e desencontros

 
 
Sim estou aqui eu ouvi
Tem certeza sobre isso?
Não, a felicidade aqui neste espaço
Neste tempo neste universo ilusório
Recobre-se de uma realidade
Baseada unicamente no prazer

Um amor egoísta onde mesmo
Quando imaterial remete os sonhos
Na tentativa de suprir carências (nossas)
Isso jamais será chamado amor
Não é isso o que diz a sagrada flor
Mas também sei que é o que temos
Por enquanto sem palavras que eu possa contrariar

Não me deixe ir embora

Por quantas vezes teremos de ouvir?
Você deve estar preparado
Como se estar “ preparado” fosse bom
Pois quer saber?
Eu não quero estar preparado!

Porque estar preparado
Significa dizer que não há mais encanto
Que findou-se a esperança
E eu não saberia como te contar
Eu não saberia sequer mais cantar

Não não me deixe ir embora por favor

Buscamos vingança
Como se o troco fosse encher nossos bolsos
Moedas de prata
Se tornam areia e se perdem
O vento leva mas fica o peso

A maior “vingança” é esquecer-se do agressor
Porque tiramos dele a vantagem
A semente ardilosa que tentou fazer crescer
Em nossa mente e em nosso coração
Tiramos dele o prazer a vitória de nos ver arrancados
E caídos e isso também é um ramo do amor

Mas não me deixe ir embora não por favor

Percebi por esse caminho que alterna sabores
Doces amargos nem sei se tutti-frutti ou hortelã
Que pior que a ausência de um abraço
É a impossibilidade de ofertá-lo como aquela vontade
Que não passa e te consome até que de repente some
Será?

Porque as pessoas insistem em cantar em letras e desencontros
Que o amor acabou se afogou perdeu-se como uma ovelha sem pátria?
Mudem o nome alterem os versos mas respeitem-no

Até acredito que consigamos trancafiá-lo em uma tela descolorida
Mas só por algum tempo
Porque se acabou tenhamos a certeza
Nunca foi amor e a cor sempre retorna

Quando a gente ama a gente nem percebe
Que a alma deixa de ser vazia
E toda aquela amargura que acreditávamos nos corroer
Sem ao menos conseguirmos entender
Fica de lado e você vive se fortalece acredita seja noite seja dia
Então sorria!
É assim que os grandes castelos aos poucos são construídos

Sabe acho que hoje abraçar é tudo que eu mais gostaria
E aí você me lembra que tenho toda uma vida pela frente
Sim nasce aqui então uma canção
Talvez vocês não ouçam
Mas...quem saberia?...

Fiquem com Deus

 
Autor
Correa
Autor
 
Texto
Data
Leituras
208
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
22 pontos
10
2
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
*Susie
Publicado: 19/05/2017 01:03  Atualizado: 19/05/2017 01:03
Colaborador
Usuário desde: 25/11/2015
Localidade:
Mensagens: 806
 Re: Letras e desencontros
Que delícia de versos ao som instrumental...
Ler-te é prazer sem fim...
Ah! Sim é possível ouvir a canção, ela vai direto ao coração...
Deixo aqui um abraço
Boa noite
Fique com Deus também!


Enviado por Tópico
Emy
Publicado: 19/05/2017 02:22  Atualizado: 19/05/2017 02:22
Super Participativo
Usuário desde: 21/12/2016
Localidade:
Mensagens: 157
 Re: Letras e desencontros
Euuuuu, eu sei... Li e ouvi a canção da alma que silencia... A canção da alma que grita...Não, não vá embora,o mundo seria demasiado vazio... deixe que as letras se encontrem... t encontrem... e vem cá,dá um abraço...


Rs fazia tempo que não interagia assim, o que dizer? Apenas agradecer pela amizade e carinho... bjão querido amigo.


Enviado por Tópico
Semente
Publicado: 19/05/2017 02:43  Atualizado: 19/05/2017 02:43
Colaborador
Usuário desde: 29/08/2009
Localidade: Ribeirão Preto SP Brasil
Mensagens: 8382
Online!
 Re: Letras e desencontros / PARA CORREA
Seu poema é um belíssimo castelo onde permites a entrada de todos os que vem aqui para te ler, querido amigo.
E quanta riqueza e beleza tem no interior desse castelo. E ao sairmos daí , uma paz, uma tranquilidade , vem com a gente.

Parabéns por mais uma edificante mensagem, Correa.

Luz e Paz !


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 19/05/2017 12:55  Atualizado: 19/05/2017 12:55
 Re: Letras e desencontros
Bom dia, Carlos! Não sei comentar tão rico e sentido poema. Posso escrever o que sinto. É o segundo poema que encanta minh'alma. Um abraço cheio de amor para ti. Bjs/carinho


Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 21/05/2017 12:14  Atualizado: 21/05/2017 12:14
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 26957
Online!
 Re: Letras e desencontros
Momentos que flui dos verdadeiros sábios todo um aquilo que vem de encontro com os olhos do tempo. Grita aquele silêncio trazidos pelos ventos se aplicando nessas lindas palavras acamada pelos sentido. Os gestos de fazer de sentir, esta nas mais belas essência de nossas vida. Pois somente que vive um amor, é intensamente amado sente os verdadeiros abraços que fundem aqueles instantes aplicado ali em ternura.