Textos : 

O Abandono

 
O Abandono
Christianni Fonte: Kika Fonte Katz

A questão do abandono, não é ser abandonada. É abandonar-se. É parar de se reconhecer como ser e ir minguando. Minguando nas atitudes, se tornando refém de algo invisível. É desaprender a olhar-se de dentro para fora. É ofegar, não lutar com a maré e deixar-se ir, além do que não se quer, mas que está tão entranhado que fica quase impossível viver sem dor.

É uma prisão dos sentidos, das vontades, são as cordas que fazem as amarras. É a água salobra que escorre pela garganta e afoga os pulmões evitando o grito. E sem gritos, não há pedidos de socorro, pois dependendo de onde você está nesse processo de quem te ouvirá?

O Abandonar-se é maltrato dedicado, é olhar-se no espelho e cultivar marcas de rancor de si mesmo. É Maltratar-se dia a dia e pensar que isso pode algum dia produzir algum tipo de beneficio, no outro. Ao redor o mundo estagnada, a roda gigante pára , e o parque perde uma das suas mais belas atrações. A roda que deixa você ver quase metade do mundo todo!

Esse todo nos é afastado, engolido pelas pupilas falhas, olhos frustrados por todas as tentativas que deram erradas, por todos os sonhos que não foram, apenas.

Abandonar-se é dizer a si mesmo; não me amo mais, não me vejo mais, e com isso se tornar menos um, menos um na vida que não pára seu curso. Não se iluda, a vida não vai parar. Nunca. Esteja você feliz, infeliz.

O Auto abandono desorienta, não há bússola, para retorno. O que falta é o reconhecimento de que você não está bem. É olhar-se, querer-se novamente para si. Para que tudo volte, ou para que se recomece, é preciso amar-se, só a redenção no amor.

E nisto, neste resgaste, de si para si, o percurso é solitário. Ninguém além de ti mesmo vai fará este caminho.

O Amar- se vem de dentro, vem do seu próprio resgate. Do amor restaurado, a passos pequenos, mas confiantes de que no fim você estará, amando-se, doando-se a si mesmo. E o mais importante estará de pé.




Por Donzella do Gelo

 
Autor
KikaFonte
Autor
 
Texto
Data
Leituras
88
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
23 pontos
1
3
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
HÓRUS
Publicado: 19/05/2017 19:10  Atualizado: 19/05/2017 19:10
Super Participativo
Usuário desde: 08/04/2017
Localidade:
Mensagens: 138
 Re: O Abandono
Quando se entra neste abandono
Onde a mente, perdeu seu dono
Aos quatro ventos tem de gritar
Apenas quer ser amada, e amar!

Beijos