https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Inalterável a dor !

 
Inalterável a dor !
 








Inalteráveis as cores, no Homem do depois...

Inalterável é a dor, a cachaça
E um antropólogo em Marte,
Inalterável a minha sede de voyeur
E a metafísica do terror,

Inalterável até o leite
Da Deusa Hera e o que é óbvio,
Mas eu não altero em nada,
Seja o que for que sinta,

Seja ele quem for, inclino-me diante
Quem é alterável quanto a minha dor,
Que alterna entre a brava fúria,
E essa à qual me converto por amor,

Quando uma pessoa quer ver
Repetidamente os mesmos padrões
Nos gestos, nas estrelas mestras
E os mesmos sorrisos nos rostos dos outros,

Imutáveis quanto o castigo, quer nos céus
Como nas gentes e nos despojos
Que as inúmeras vidas nos deram,
Quando alguém quer tudo isso, herdado e

Duma só vez na breve vida, torna-se autista,
Inalterável, incolor pó ...
Inalteráveis do galo o canto e o temor a Cristo,
O lusco-fusco, o crucifixo e o Confúcio

Se ele existiu, sonhar eu existir não altera
A dinâmica dos sonhos nem a marcha real
Dos dias, também ao manifestar-se, o cosmos
Ao ouvido meu, parece todo'dia e sempre igual ...

Alteremos pois, as cores no Homem de hoje...







Jorge Santos(01/2018)
http://namastibetpoems.blogspot.com





Jorge Santos, aliás Joel Matos,aliás namastibet

 
Autor
Jorge-Santos
 
Texto
Data
Leituras
548
Favoritos
3
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
45 pontos
13
4
3
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Joel-Matos
Publicado: 28/01/2018 10:39  Atualizado: 27/02/2018 11:45
Subscritor
Usuário desde: 24/02/2017
Localidade: Azeitão/Setúbal, Portugal
Mensagens: 2108
 Inalterável na cor ?...
Open in new window



finjo a origem
mas ao original
sou obediente
é o meu espírito

embora finja
ter um original
e diferente a cada dia
ao qual obedeço

cegamente agora
que me alimento
pelo olhar,
finjo cegueira...

"finjo a origem
do meu pensar"
entre parênteses
porque não aparento

o pensar que finjo
mas finjo o pensar
que afinal penso

e sou


Enviado por Tópico
Jdcc1
Publicado: 28/01/2018 14:25  Atualizado: 28/01/2018 14:38
Colaborador
Usuário desde: 17/10/2017
Localidade:
Mensagens: 719
 Re: sobre cores e alterações...
Tá bom como está, então deixa estar.






Enviado por Tópico
Jorge-Santos
Publicado: 31/01/2018 08:45  Atualizado: 01/02/2018 08:38
Subscritor
Usuário desde: 24/02/2017
Localidade: Azeitão/Setúbal, Portugal
Mensagens: 2083
 .
.

Enviado por Tópico
Jorge-Santos
Publicado: 05/02/2018 09:56  Atualizado: 05/02/2018 11:06
Subscritor
Usuário desde: 24/02/2017
Localidade: Azeitão/Setúbal, Portugal
Mensagens: 2083
 "Entre mim e a vida não há mal entendidos"
Almada Negreiros
"Entre mim e a vida não há mal entendidos"
Open in new window