https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Amor : 

Linho de nossos lábios onde beijam as cedas

 
Open in new window

Irrigam-se as imaginações, as tréguas se rompem, sinto as pétalas dos teus olhos, sons dos gritos emergem os hídricos do teu sorriso

Você me veste de seu manto, seu perfume vem de encontro com os ventos, trilha que nos leva ao caminho do amor, tudo se completa, arrancados dos momentos todo um aquilo

Linho de nossos lábios onde as cedas se beijam, o amor afável, consumido, somos flores de outono que se misturam com as folhas se amando

Uma sombra ativa os pensamentos, fazendo do imaginar o que vem dos olhos, um tudo dentro de nosso ser

Sinto o aroma de tua boca quando eu a beijo, os sentidos se banda pelos campos agreste de nossos corpos, somos uma só alma em desejos, aquele amor cultivado, te amo, por ti estou completamente apaixonado




Autor: nartisns
José Carlos Ribeiro
04/06/2019





 
Autor
martisns
Autor
 
Texto
Data
Leituras
289
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
17 pontos
3
3
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Upanhaca
Publicado: 05/06/2019 11:06  Atualizado: 05/06/2019 11:06
Colaborador
Usuário desde: 21/01/2015
Localidade: Sol Poente
Mensagens: 6403
 Re: Linho de nossos lábios onde beijam as cedas
Poema tão sensual! Adorei.

Abraço!
upanhaca

Enviado por Tópico
Volena
Publicado: 05/06/2019 11:34  Atualizado: 05/06/2019 11:34
Colaborador
Usuário desde: 10/10/2012
Localidade:
Mensagens: 12509
 Linho de nossos lábios onde beijam P/martisns
Lindo poema, Amigo! Cheio de doçura e sensualidade, abraço grande Vó

Enviado por Tópico
Eureka
Publicado: 05/08/2019 12:32  Atualizado: 05/08/2019 12:32
Colaborador
Usuário desde: 02/10/2011
Localidade: Lisboa
Mensagens: 4212
 Re: Linho de nossos lábios onde beijam as cedas P/Martins
Bom dia poeta e amigo Martins,

Gostei muito do seu poema intenso de amor e sensualidade, enaltecendo os sentimentos de cada um dos amantes.
Adorei a linguagem escolhida para compor uma faceta, que lhe podemos ler - o romantismo.

Parabéns
Um abraço

Maria