https://www.poetris.com/
Poemas -> Intervenção : 

"contraste"

 
Tags:  meio-têrmo  
 



"Fora de casa sois pinturas; nos quartos, sinos; santas, quando ofendeis; demônios puros, quando sois ofendidas; chocarreiras no governo da casa e boas donas do lar quando na cama."

(Otelo) Ato II - Cena I














se não é o caminho, então que não se desfie
se não for aos olhos, que aos poucos me livre
o meu intento te desenha! a minha mão, não.
é peça vazia! sem falas e lados de uma só exceção

das formas inexatas em que tentei te depender
agora são únicas partes das quais te podem descer
em ilusão profícua! à tarde, à certeza do aguardar!
fosse retrato, fosse prece preferida de tanto pecar

e, por mais que se suponha ao tempo de revoltas
pelas mesmas tempestades de qualquer prepotência
ei-la! a letra calada que despedaça um quarto de ar

ei-la, a querer desaparecer, quando.. muito, vive aqui
aos absurdos em contraste das horas, dias que a preferi
é a minha chama que não dorme! ela existe 'nesta rima,'






..ela é.


 
Autor
Azke
Autor
 
Texto
Data
Leituras
186
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
15 pontos
3
2
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
ikhzen
Publicado: 16/06/2017 22:22  Atualizado: 16/06/2017 22:22
Muito Participativo
Usuário desde: 27/03/2016
Localidade:
Mensagens: 50
 Re: "contraste"
Extraordinária criação

Enviado por Tópico
silva.d.c
Publicado: 16/06/2017 23:47  Atualizado: 16/06/2017 23:47
Da casa!
Usuário desde: 26/10/2010
Localidade:
Mensagens: 408
 Re: "contraste"


tal como ela no teu poema... a qualidade da tua poesia:

"ela existe nesta rima ...ela é"

abraços

Enviado por Tópico
Azke
Publicado: 20/06/2017 00:16  Atualizado: 20/06/2017 00:16
Colaborador
Usuário desde: 05/11/2015
Localidade:
Mensagens: 1987
 Re: "contraste"
Obrigado, por lerem!