https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Nada sou...

 
Nada sou...
 







Nada sou, persigo uma inexplicada ilusão,
Renuncio sem razão e breve, qual ermita,
Abraço um desconhecido qualquer,
Apenas porque me cumprimenta,

Sem que o toque sequer, sou nada
Embora traga uma face no espelho
E um universo real em mim quando
Nada mereço, nada tenho senão mil

E um explicitáveis desespero do tamanho
Das sensações que divido comigo mesmo
Numa inexplicada ilusão que me faz lembrar
Ilhas distantes, moradas de príncipes deuses vivos,

Nada sou, simulo paixões que não foram
E circunstancias de enredo já gastas
Como as putas velhas da praça que se dão
De graça, nada sou, pombo morto, ponto morto

E se ainda me convenço pedindo simpatia,
É porque nos arredores da cara ao espelho
Já não sou eu que me vejo, mas o silencio
A dar-me a mão puxando pro lado,

Em que não me veja ...










Jorge Santos (10/2017)
http://namastibetpoems.blogspot.com




Jorge Santos, aliás Joel Matos,aliás namastibet

 
Autor
Jorge-Santos
 
Texto
Data
Leituras
1207
Favoritos
5
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
71 pontos
17
7
5
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Joel-Matos
Publicado: 18/10/2017 20:39  Atualizado: 18/10/2017 20:39
Subscritor
Usuário desde: 24/02/2017
Localidade: Azeitão/Setúbal, Portugal
Mensagens: 2082
 Sou nada
Open in new window

Enviado por Tópico
Maryjun
Publicado: 19/10/2017 02:35  Atualizado: 19/10/2017 02:35
Membro de honra
Usuário desde: 30/01/2014
Localidade: São Paulo
Mensagens: 6608
 Re: Nada sou
Boa noite,Jorge,

Um texto profundo.
Cabe uma reflexão...
Quanto ao que enxergamos
de nós mesmo.

Abraços,
Mary Jun


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 22/10/2017 23:06  Atualizado: 22/10/2017 23:06
 Re: Nada sou
*tuas deambulações me vestem a alma.
Eu admiro por demais a tua escrita transparente e corajosa.
Beijoka*

Enviado por Tópico
Joel-Matos
Publicado: 04/11/2017 20:43  Atualizado: 04/11/2017 20:43
Subscritor
Usuário desde: 24/02/2017
Localidade: Azeitão/Setúbal, Portugal
Mensagens: 2082
 Re: Nada sou
Open in new window

Enviado por Tópico
Volena
Publicado: 05/11/2017 12:38  Atualizado: 05/11/2017 12:38
Colaborador
Usuário desde: 10/10/2012
Localidade:
Mensagens: 12514
 Re: Nada sou P/ Jorge-Santos
Não acredito, pelo menos cabeça e olhos são enormes e o coração não se vê porque está guardado e os anjos cuidam...
Santo Domingo Vó

Enviado por Tópico
Joel-Matos
Publicado: 11/11/2017 20:19  Atualizado: 11/11/2017 20:20
Subscritor
Usuário desde: 24/02/2017
Localidade: Azeitão/Setúbal, Portugal
Mensagens: 2082
 Being Pharaoh ...
Open in new window

Enviado por Tópico
Joel-Matos
Publicado: 26/11/2017 21:01  Atualizado: 26/11/2017 21:02
Subscritor
Usuário desde: 24/02/2017
Localidade: Azeitão/Setúbal, Portugal
Mensagens: 2082
 O fim da arte é libertar...










"O fim da arte inferior é agradar, o fim da arte média é elevar, o fim da arte superior é libertar."




Fernando Pessoa









Enviado por Tópico
Joel-Matos
Publicado: 03/12/2017 11:05  Atualizado: 03/12/2017 11:05
Subscritor
Usuário desde: 24/02/2017
Localidade: Azeitão/Setúbal, Portugal
Mensagens: 2082
 Re: Nada sou
Sem Poesia Não Há Humanidade

Sem Poesia Não Há Humanidade
Sem Poesia não há Humanidade. É ela a mais profunda e a mais etérea manifestação da nossa alma. A intuição poética ou orfaica antecede, como fonte original, o conhecimento euclidiano ou científico. E nos dá o sentido mais perfeito e harmónico da vida. Aperfeiçoando o ser humano, afasta-o do antropóide e aproxima-o dos antropos. Que a mocidade actual, obcecada pela bola e pelo cinema, reduzida quase a uma fotografia peculiar e uma espécie de máquina de fazer pontapés, despreza o seu aperfeiçoamento moral; e, com o seu fato de macaco, prefere regressar à Selva a regressar ao Paraíso. E assim, igualando-se aos bichos, mente ao seu destino, que é ser o coração e a consciência do Universo: o sagrado coração e o santo espírito. Eis o destino do homem, desde que se tornou consciente. E tornou-se consciente, porque tal acontecimento estava contido nas possibilidades da Natureza. Sim, a nossa consciência é a própria Natureza numa autocontemplação maravilhosa. Ou é o próprio Criador numa visão da sua obra, através do homem. E, vendo-a, desejou corrigi-la, transfigurando-se em Redentor.

Teixeira de Pascoaes
MEU G MESTRE

Enviado por Tópico
Jorge-Santos
Publicado: 12/12/2017 09:30  Atualizado: 12/12/2017 09:30
Subscritor
Usuário desde: 24/02/2017
Localidade: Azeitão/Setúbal, Portugal
Mensagens: 2066
 Independente de toda esta gente ...
Open in new window





Enviado por Tópico
atizviegas68
Publicado: 10/01/2018 23:25  Atualizado: 10/01/2018 23:26
Colaborador
Usuário desde: 09/08/2014
Localidade: Açores
Mensagens: 1371
 Re: Nada sou...na paisagem

Enviado por Tópico
MarySSantos
Publicado: 11/01/2018 00:56  Atualizado: 11/01/2018 00:56
Luso de Ouro
Usuário desde: 06/06/2012
Localidade: Macapá/Amapá - Brasil
Mensagens: 5282
 Re: Nada sou
ah... as palavras, sempre com a missão de dar formas para o nada.

Bjo