https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Avança-se as imaginações que arremessa dos ítalos avarando as folhas agrestes

 
Luz do tempo que não se reluz ao tempo
Nas instâncias das esferas listam-se os escreveres
A um emerjo arrochado dos ala vós estatizado

Ofusca do olhar aqueles veres lasseados dos imaginativos
Asseia consulentes aquelas esquinas onde se encontram nos olhos
Galga os arrancos, aquela reta por pensamentos si vão

Avança-se as imaginações que arremessa dos ítalo
a varando as folhas agrestes
Jasmins se campina dos altos
Ilustra-se as cores do universo que se abranda nos Açores
Pincela o que se pintam com os tons da vida


Autor: martims
José Carlos Ribeiro
30/12/2017

 
Autor
martims
Autor
 
Texto
Data
Leituras
518
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
12 pontos
6
3
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
João Marino Delize
Publicado: 01/01/2018 13:38  Atualizado: 01/01/2018 13:38
Colaborador
Usuário desde: 29/01/2008
Localidade: Maringá-
Mensagens: 2626
 Re: Avança-se as imaginações que arremessa dos ítalos ava...
Um poema reflexivo, um pouco difícil de se entender, mas eu gostei muito.

abraços


Enviado por Tópico
IsabelRFonseca
Publicado: 20/05/2018 13:10  Atualizado: 20/05/2018 13:10
Colaborador
Usuário desde: 25/05/2013
Localidade: Algures em Portugal
Mensagens: 2527
 Re: Avança-se as imaginações que arremessa dos ítalos ava...
Ilustra-se as cores do universo que se abranda nos açores
Pincela o que se pintam com os tons da vida

Um abraço martims


Enviado por Tópico
Maryjun
Publicado: 11/02/2019 20:37  Atualizado: 11/02/2019 20:37
Membro de honra
Usuário desde: 30/01/2014
Localidade: São Paulo
Mensagens: 6249
 Re: Avança-se as imaginações que arremessa dos ítalos ava...
Boa tarde, Martins,

Belíssima construção poética. Ainda bem que podemos imaginar. Parabéns!!

Um abraço,
Mary Jun