https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

(Leve quanto a sombra)

 
(Leve quanto a sombra)
 






Leve quanto a sombra e o luar,
Lugar ao longo de meus braços,
Estrada que serpenteia, caminho
Leve quanto as sombras e o luar,

Caminhante que deixo de estrada
Ser e passo a ser caminho se destino for,
Lugar ao longo de braços meus,
Ilusão, desatino, viajante do nada,

Quanto na alma prossigo errado
ou incerto, repetindo sempre o mesmo
Ermo e desolado caminho, peito aberto,
Nem longe nem perto, sem lugar

Onde me sinta vivo, leve quanto o luar
E as sombras, murmuro num solitário
Deserto e sinto indicarem-me as estrelas
O tal símbolo ou culto ceptro ou coroa

Deles por direito, fé ou lei vulgar, ser’que
Sou, meus braços prolongando-se
Na estrada caminho, destino, enfim
Posso ver a alma, como se num poço

O Brilho, de tal símbolo culto ou oração,
Leve quanto as sombras e o luar a meio,
Submissos quanto meu coração
Perante a morte ou da noite o medo,

E que não acorde antes do fim do caminho,
Leve quanto as sombras de algum lugar
Vazio quanto eu e o luar a meio,
Caminhante que deixo de estrada ser’sendo

D’algum lugar outro ao longo destes braços,
Se meus, sendo sombra em lugar ermo, eu…





Jorge Santos (02/2017)
http://namastibetpoems.blogspot.com


Jorge Santos, aliás Joel Matos,aliás namastibet

 
Autor
Jorge-Santos
 
Texto
Data
Leituras
466
Favoritos
3
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
32 pontos
2
3
3
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Jorge-Santos
Publicado: 26/02/2018 17:41  Atualizado: 01/03/2018 21:11
Subscritor
Usuário desde: 24/02/2017
Localidade: Azeitão/Setúbal, Portugal
Mensagens: 1936
 Re: (Leve quanto a sombra)







Já não há caminhos de água
nem outros sonhos que trazia comigo
trago a visão detalhada do trigo amanhado
orvalhado, os caminhos são outra ideia
não um sonho assumido, diverso quando havia

Diversos, leves quanto o assombro





Enviado por Tópico
Joel-Matos
Publicado: 28/02/2018 19:41  Atualizado: 28/02/2018 19:41
Subscritor
Usuário desde: 24/02/2017
Localidade: Azeitão/Setúbal, Portugal
Mensagens: 1947
 I am the escaped one













I am the escaped one

I am the escaped one,
After I was born
They locked me up inside me
But I left.
My soul seeks me,
Through hills and valley,
I hope my soul
Never finds me.
















F. P.