https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

profano.

 





profano.
o silêncio.

por tantas vezes lhe chamar areal

[e tu dizeres mar]


de tantas vezes lhe querer o toque

[e tu gritares sonho]


e eu clamar sim

[e tu talvez]


eu, sem medo.

tu, sabendo-te outro
profano de uma qualquer verdade
- de mim -
em que nunca cheguei a acreditar.

apenas de mim crente.
sagrada em mim.
Sou.





 
Autor
AlmaMater
Autor
 
Texto
Data
Leituras
207
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
10 pontos
6
2
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 15/02/2018 12:59  Atualizado: 15/02/2018 12:59
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 15640
 Re: profano.
Alma
Gostei imenso desse profano!
Beijos!
Janna


Enviado por Tópico
Branca
Publicado: 15/02/2018 13:08  Atualizado: 15/02/2018 13:08
Colaborador
Usuário desde: 05/05/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 2939
 Re: profano.
Maravilhoso!

Prazer em ler.

Beijo

Branca.


Enviado por Tópico
Volena
Publicado: 15/02/2018 21:18  Atualizado: 15/02/2018 21:18
Colaborador
Usuário desde: 10/10/2012
Localidade:
Mensagens: 12029
 Re: profano. P/AlmaMater
...talvez irreverência e submissão, gostei muito! Beijinho Vólena