https://www.poetris.com/
Poemas : 

Florbela

 
Florbela Espanca,
Flor d´amor e de saudade,
Na vida passou alheia, distante...
Nasceu, viveu, sofreu a dor d´amante...

Cantou, em versos de madrugada,
O amor que só a lua ouvia...
Buscou, sonhou em vida ser amada...
Chorou... partiu... e ninguém ouviu...

Acaso ou destino, sorte ou ironia
a poesia nos uniu... Num lamento
admirado, lembro-te aqui; rabisco,

em versos simples, minha singela
homenagem... da janela a ver o mar...
componho eu o mesmo fado d´amargura.

 
Autor
Rafael007
Autor
 
Texto
Data
Leituras
125
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
10 pontos
2
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Juanito
Publicado: 16/04/2018 15:34  Atualizado: 16/04/2018 15:38
Colaborador
Usuário desde: 26/12/2016
Localidade: España
Mensagens: 2554
 Re: Florbela
Lindo demais esse soneto!!!

Adoro Florbela; é a minha poetisa eleita!!

Parabéns!!!

Um abraço

Tenho por ti uma paixão
Tão forte e acrisolada,
Que até adoro a saudade
Quando por ti é causada.

F. Espanca