https://www.poetris.com/
Poemas : 

A vida: segundo as ilusões de um sonhador

 
 
A vida é e sempre vai ser
Um postulado prático
Na ilusão de um sonhador

É a razão que arfa
Num lento desvanecer
Cedendo lugar ao amor

É o simples complexo existencial
É a dúvida que cala
É o apego a eternidade

É a esperança de um bem maior
De um exército de salvação
É a solene busca pela irrealidade

Não me custa sonhar
Na verdade,
Não custa a ninguém

Mas de que me serve sonhar?
De que te serve sonhar?
Se o tempo há de nos acordar também


Jeferson_dcc

"Não sou aquele que sabe, mas aquele que busca."
(Hermann Hesse)

 
Autor
Jdcc1
Autor
 
Texto
Data
Leituras
62
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
8 pontos
4
2
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Carii
Publicado: 17/04/2018 09:54  Atualizado: 17/04/2018 09:54
Colaborador
Usuário desde: 28/11/2017
Localidade:
Mensagens: 682
 Re: A vida: segundo as ilusões de um sonhador
Os últimos versos rematam para um poema cheio de ilusões que no fim.. não há como não despertar. Gostei muito de o ler e de o sentir. Beijos!


Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 17/04/2018 13:51  Atualizado: 17/04/2018 13:53
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 14908
 Re: A vida: segundo as ilusões de um sonhador
Jdcc
Quem nos garante que a vida não é um sonho, interrompido, por alguns pesadelos, de vez em quando?

Que saibamos ficar com o nada e mesmo assim nos sentirmos plenos de tudo, como dizia Clarice Lispector, pois dessa vida não levamos nada...

Adorei a leitura!
Beijos!
Janna

Obs: Amei essa música de Arnaldo Antunes, não conhecia essa letra!