https://www.poetris.com/
Poemas : 

Probabilidades

 

Depois podes dizer-me das águas
perfeitas onde a luz
se liberta.
Poderemos amar a flor que se abre
na terra nua

onde os novos significados se revelam.

Repara nas palavras diferentes
que agora são possíveis. Tudo contêm

como uma canção bem guardada em idades
que se perderam.

Seremos aqueles que foram resgatados
de um tempo bravio

de mágoa e de buracos que ocultavam
a sede brutal de um deserto.



maria

 
Autor
outonal_idade(s)
 
Texto
Data
Leituras
127
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
6 pontos
4
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Rogério Beça
Publicado: 22/04/2018 20:36  Atualizado: 22/04/2018 20:36
Colaborador
Usuário desde: 06/11/2007
Localidade:
Mensagens: 1532
 Re: Probabilidades
"...Repara nas palavras diferentes
que agora são possíveis..."

As tuas "Probabilidades" estão num tom de esperança amena.
Todo o poema soa a fim de trevas, de final de tempestade, em que a construção cautelosa se afirma.
Porque estamos a chegar ao 25 de Abril, parece um poema saído do dia seguinte à revolução.
A luz da primeira estrofe, como metáfora para a liberdade, conhecimento, crescimento dispersa na água, que lava e purifica da sujidade da censura, da repressão e da ignorância.

A flor. O cravo. Perfumado e nascido do solo arejado e húmido. Vermelho como o sangue, sensual. Preso a metrelhadoras, ou talvez elas presas a eles.

Acabas nos últimos versos, com esse resgate de que todo um povo miserável, pobre e calado (esse que entrou de rompante e heróico nos descobrimentos) magoado e seco, mas inimitável, pode matar a sua desértica sede.

A simetria com a água que te começa traz uma serenidade e maturidade absurda ao poema todo.

O teu poema é leve, sério, inspirador.

Esta foi a minha interpretação. Apesar do teu estilo metafórico, quase elíptico levar a outras possíveis.

Bj


Enviado por Tópico
MaryFioratti
Publicado: 23/04/2018 05:24  Atualizado: 23/04/2018 05:24
Colaborador
Usuário desde: 09/02/2014
Localidade:
Mensagens: 2368
 Re: Probabilidades
Suas poesias sao sempre lindas Maria.
E sempre gostei de le-las!

Um abraco!

*Mary Fioratti*