https://www.poetris.com/
 
Sonetos : 

SEM MÁSCARA E SEM FANTASIA.

 
 
Open in new window

Vou empurrando minha vida com a barriga
Por trás desse destino bem mal traçado
Troco sentimentos por falsos momentos
Deixando a paixão bagunçar e humilhar

Criando ansiedades e feridas, minha visão
Nos seguimentos das noites sem compaixão
Prendendo-me numa carência sem paciência
Machucando e remoendo minha profunda solidão

Vou buscando fortaleza em todos os sentidos
Tentando estreitar laços que vem pelo caminho
Traçando e procurando compreender essa dor

Oh querido tempo peça, com sabedoria, ao vento
Que leve para longe essa tempestade predestinada
Onde eu venho procurando solução para continuar




 
Autor
@poetamilnovo
 
Texto
Data
Leituras
272
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
20 pontos
6
3
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 02/06/2018 14:28  Atualizado: 02/06/2018 14:29
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 16203
 Re: SEM MÁSCARA E SEM FANTASIA.
Poeta
Acontece!
Belíssimo soneto! Sentido! Levei!
Beijos!
Janna


Enviado por Tópico
Volena
Publicado: 02/06/2018 15:02  Atualizado: 02/06/2018 15:02
Colaborador
Usuário desde: 10/10/2012
Localidade:
Mensagens: 12514
 Re: SEM MÁSCARA E SEM FANTASIA. P/poetamilnovo
...sem paciência, não se chega ao céu! Gostei muito do poema, abraço Vólena


Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 03/06/2018 21:03  Atualizado: 03/06/2018 21:03
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29310
 Re: SEM MÁSCARA E SEM FANTASIA.
Momentos extraído do amor onde tudo se faz de um jeito todo sentimental