https://www.poetris.com/
Textos : 

Ser mulher da um trabalho danado

 
Tags:  mulher    trabalho    salão de beleza.  
 
Ser mulher da um trabalho danado
Mulher de um modo geral não nasce pronta. Primeiro tem que arrumar o cabelo. Corta, estica, prancha, permanente, secador e outros. Ai vai fazer as unhas do pé e da mão. Francesinha, unha de gel, esmalte. Tira cutícula, desencrava unha. Assim, chega a hora da maquiagem, faz sobrancelha, cílios postiços com rímel, passa batom, e uma infinidade de bases. Ufa... Mas a mulher ainda não está pronta. Bota vestido, tira vestido, bota sapato, tira sapato, uma hora depois desta árdua tarefa de se aprontar, quando se pensa que ela esta pronta, negativo, não está. Põe colar, tira colar, põe pulseira, tira pulseira, põe anel, tira anel. Mas, ainda não está pronta, falta a bendita bolsa. Tira bolsa, bota bolsa. A indústria do aprontar a mulher fatura milhões. Tenho até uma participação nisso, pois sou dono de salão, uma das minhas múltiplas atividades. O homem cada vez mais ganha espaço nos salões de beleza, que antes era um clube exclusivamente feminino. Vaidade e exageros à parte, o homem praticamente nasceu pronto, se comparado à mulher neste quesito. O homem vai para as peladas de final de semana e uma cervejinha com os amigos, a mulher vai para o salão de beleza.


Véus de esquecimento e ilusão nos são impostos devido à nossa insistência em não nos desfazer de nossas bagagens.



 
Autor
sendoluzmaior
 
Texto
Data
Leituras
71
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
5 pontos
3
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 13/06/2018 23:39  Atualizado: 13/06/2018 23:39
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 15274
 Re: Ser mulher da um trabalho danado
Sidney
Fiquei surpresa! Nunca imaginei que fosse dono de salão de beleza!
Amigo, não sou muito fã de salão de beleza.
Posso me gabar nesse quesito, nasci pronta!
Beijos!
Janna