https://www.poetris.com/
Poemas : 

CAFÉ DA MANHÃ

 
 
Quero um afago simples
Tal um pingado, pão e manteiga
Na ingenuidade, sem porquês
Com a doçura e palavra meiga
Dum bom dia! Sem a obrigação
Do perfeito, tal feito, duma cantiga
Degustada pelo coração.
Na sua fome de encontrar...
E então, neste dejejum
Pra quem acabou de levantar
Sirva o amor, não ímpar, mais um
No café da manhã, e sim, um par
Cheio de olhar, ao afeto comum
Antes da rotina começar.

© Luciano Spagnol
poeta do cerrado
2018, agosto
Cerrado goiano


"Sou alma do cerrado, pé no chão, do Triângulo, do chapadão... Pão de queijo com café, fogão de lenha,das vilas ricas, arraiais, sou filho de Araguari, das Gerais".
Luciano Spagnol




 
Autor
LucianoSpagnol
 
Texto
Data
Leituras
50
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
17 pontos
3
3
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Álvaro
Publicado: 09/08/2018 16:01  Atualizado: 09/08/2018 16:01
Da casa!
Usuário desde: 02/09/2009
Localidade: Serra Talhada - Pe
Mensagens: 268
 Re: CAFÉ DA MANHÃ
Um café de muito gosto, simples e encantador!!

Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 09/08/2018 21:02  Atualizado: 09/08/2018 21:02
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 15416
 Re: CAFÉ DA MANHÃ
Poeta
Eu diria um café de muito bom gosto!
Beijos!
Janna

Enviado por Tópico
MaryFioratti
Publicado: 10/08/2018 04:04  Atualizado: 10/08/2018 04:04
Colaborador
Usuário desde: 09/02/2014
Localidade:
Mensagens: 2360
 Re: CAFÉ DA MANHÃ
Que lindo isso Luciano.
Escrito de um modo tao simples, puro,
transparente como esse pingado com
pao e manteiga.
Assim que tudo deveria ser: simples.
"No cafe da manha...e sim, um par"...
Um par de olhos, um sorriso honesto,
um olhar de afeto.

Amei!

*Mary Fioratti*