https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Náufrago em meio a vagas

 
Tags:  náufrago    vagas  
 
Mergulhado num profundo abismo em mim

Sem memória, passado, presente ou futuro

Buscando desesperadamente chegar a superfície

Ao emergir sacio minha sede de ar, que me invade

Percebo me náufrago em meio a vagas

Há apenas uma noite eterna

Procuro frustrar a morte, amando a vida, mantendo a esperança

Sem rumo olho ao longe a lua em mergulho noturno

As estrelas no céu ignoram meu infortúnio

Uma ou outra piscam entre si em zombeteiro

Aos poucos minam-se meus esforços

Na exaustão rendo-me

Quando tudo me parecia perdido

Vejo uma luz imensa se aproximando velozmente

Uma corda é jogada em minha direção

Olho para ela

Uma voz grita: A corda

Seguro a corda, a voz insiste: A corda

Era sonho muito, muito real

Acordei sem fôlego, suado e molhado

Porém, muitíssimo aliviado.

Open in new window



Neste mundo os guerreiros e Arcanjos andam sempre de espada em punho. Contudo, espada significa Transformação.

 
Autor
sendoluzmaior
 
Texto
Data
Leituras
343
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
7 pontos
5
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
nereida
Publicado: 24/09/2018 17:44  Atualizado: 24/09/2018 17:44
Colaborador
Usuário desde: 27/08/2017
Localidade: São Paulo
Mensagens: 2263
 Re: Náufrago em meio a vagas
Que alívio!!!
abraço.


Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 24/09/2018 18:09  Atualizado: 24/09/2018 18:09
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 17634
 Re: Náufrago em meio a vagas
Sidney
Devemos resistir!
Um miniconto de tirar o fôlego! Graças a Deus conseguiu ser salvo, mesmo se tratando de um sonho.(Pesadelo?)
Apreciei a leitura!
Beijos!
Janna