https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

não cubram de flores meu túmulo.

 
******************
****************
*************




não cubram de flores meu túmulo
nem reescrevam minhas memórias

me procurem em túneis
onde o trem não passa

no escarcéu do mar
no barco à deriva
entre marujos desesperados

me busquem em frases
de para-choques de caminhões
a um triz do precipício
da colisão

pensem com seus botões
no clímax que os agonizam

no alçapão que destrava
e os prendem
quando desconectados se encontram
no lapso memorial fremente

oh, me procurem
nas fendas de rochas inalcançáveis
que alcançam o centro da terra

nas sendas mortais
que precedem a fúria

nos escombros da catedral
atingida pelo míssil
ao lado do cemitério florido
onde jazem meus restos mortais
e os dos animais meus amigos
desde o corte do meu cordão umbilical

me procurem no vácuo
onde o cão de capa preta
deseja trepar com as virgens
santas de um incesto
na fragilidade da carne

oh! não cubram de flores meu túmulo!
minha vida foi o cúmulo
da paz branca que se traveste
em cinzas ao vento
no lado obscuro
do sangue carmesim...

o lado roxo
pigmentado de preto:
o folículo não coagulante
dolorido de um câncer
no universo abstrato
em que os espíritos
de sodoma e gomorra
se divertem
muito além de céu e inferno
inimaginável
na dimensão
onde o lixo humano gravita

sem meios de voltar
para escrever sua passagem
à partir da morte





***


.......................................................
tudo que provir, advir
há de vir, há de vir...


Rehgge



 
Autor
poemus
Autor
 
Texto
Data
Leituras
572
Favoritos
3
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
35 pontos
5
3
3
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
poemus
Publicado: 14/10/2018 07:49  Atualizado: 14/10/2018 07:49
Da casa!
Usuário desde: 01/05/2018
Localidade:
Mensagens: 362
 Re: não cubram de flores meu túmulo.

Enviado por Tópico
boxer
Publicado: 14/10/2018 12:43  Atualizado: 14/10/2018 12:45
Colaborador
Usuário desde: 21/01/2009
Localidade:
Mensagens: 708
 Re: não cubram de flores meu túmulo.
.
Um testamento poético de grande intensidade, de um "eu" que experimentou -- muito e de diversas formas -- os lados mais brilhantes e sombrios da vida.
Gostei muito.


Enviado por Tópico
IsabelRFonseca
Publicado: 15/10/2018 09:20  Atualizado: 15/10/2018 09:20
Colaborador
Usuário desde: 25/05/2013
Localidade: Algures em Portugal
Mensagens: 2687
 Re: não cubram de flores meu túmulo.

Sem dúvida
não me cubram de flores

Excelente
Um abraço poeta poemus