https://www.poetris.com/
 
Contos -> Minimalistas : 

Sonho antigo

 
Naquele dia fatídico em que caiu o véu pudemos ver o que estava somente no plano de uma outra dimensão.
Naquele dia todos cavaram no chão querendo cobrir seu corpo frágil daquele imenso Dragão.

O céu não era mais o mesmo agora só tinha nuances roxas e laranjas na sustentação do firmamento, gemidos de medo e dor reflexo de uma sensação profunda misto de arrependimento e falta de amor

Não era possível compreender o espaço em torno de si mesmo nem comandar os passos firmes numa direção, tudo estava alterado nada estava como um segundo atrás desde a gravidade aos pontos cardeais

Havia um enorme buraco no chão de onde saia um som que tremia toda a terra levantando-a com vapores que consumiam tudo onde passavam como o pior ácido de corrosão, mas apesar de tudo fazia muito frio tanto que congelou todos os rios.

Fico feliz pois aquele fatídico dia medonho não passou de um sonho de 25 anos atrás que ainda não esqueci e acho que não esquecerei jamais.



 
Autor
Creep
Autor
 
Texto
Data
Leituras
587
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 21/11/2018 08:30  Atualizado: 21/11/2018 08:30
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29955
 Re: Sonho antigo
Momentos que marcam nossas vidas onde os sentimentos ainda se fazem dentro de nós.

poema maravilhoso