https://www.poetris.com/
Poemas -> Amor : 

Colecionando Corações

 
Tags:  amor    paixão    coração    amizade    raiva    Resiliência  
 
Colecionando Corações
 
COLECIONANDO CORAÇÕES

Difícil nunca foi esquecer-te,
foi convencer-me de que não me amas.
Chorei já rios de lágrimas, e basta!
Hoje aceito a verdade, sem raiva e sem rancor,
e começo a árdua tarefa de recuperar os destroços
do coração partido que colecionaste,
da mesma forma que o teu foi quebrado e colecionado por alguém.

Mas eu sigo em frente, posso ser fraco no amor,
mas em mim impera resiliência.
Amor não se mendiga, dá-se e recebe-se com paixão.
O meu coração vivo, pulsante e apaixonado,
esse nunca mais terás,
da minha boca nunca mais ouvirás que te amo,
e nos meus olhos nunca mais verás desejo.

A magia no teu olhar não terá mais poder em mim,
e as tuas palavras ouvi-las-ei sem significado,
e não as guardarei mais no coração.
Os teus defeitos e as tuas falhas,
pelas quais também me havia apaixonado,
serão holofotes na minha mente,
lembranças de que não és um ser perfeito,
e motivo para que não caia na tentação de te voltar a amar.

O tempo e a distância serão os meus melhores amigos.
Daria tudo para ser feliz sem amar,
mas sei que inevitavelmente amarei novamente.
Em breve serás só uma lembrança, trágica.
O que vivemos ou não vivemos não quererei recordar.
Olharei só em frente, nunca para trás,
com a certeza de que um dia celebrarei o nosso fim.
Talvez nesse dia possamos ser só amigos.
 
Autor
pedrobito
Autor
 
Texto
Data
Leituras
175
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.