https://www.poetris.com/
Poemas : 

Uma estrela uma árvore um rio

 
Ausentes de caminhos
os teus passos atravessam o texto.
O teu rosto
opaco
sedento de palavras cúmplices
que te desenhem planícies que ainda existam.
Dói te o silêncio confuso
que te desarticula o tempo.
Tudo se reduz a um espaço vazio
que se alastra e adensa
e corrói um sussurro sequer
que te traga uma estrela uma árvore um rio.

Há um inverno
que se atravessa no texto.
E os meus olhos embaciam as palavras de sal.

Porque me queima o silêncio
de uma estrela de uma árvore de um rio.


maria

 
Autor
outonal_idade(s)
 
Texto
Data
Leituras
93
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
17 pontos
3
3
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Carii
Publicado: 07/01/2019 15:18  Atualizado: 07/01/2019 15:18
Colaborador
Usuário desde: 28/11/2017
Localidade:
Mensagens: 1750
 Re: Uma estrela uma árvore um rio
... ausente caminho que queima o silêncio.. versos que nos transmitem uma beleza de poesia. Gostei muito de ler. Obrigada pela partilha. Um abraço!


Enviado por Tópico
Joel-Matos
Publicado: 12/02/2019 13:05  Atualizado: 14/02/2019 12:16
Subscritor
Usuário desde: 24/02/2017
Localidade: Setúbal, Portugal, Azeitão
Mensagens: 1707
 Re: Uma estrela, uma árvore, um rio ...












Se queres que te traga uma estrela, uma bela árvore , um rio pela trela, alcança-me uma escada pois não voo tão longe nem tão alto e estas algibeiras são apenas de fingimento, não tenho alforges, uma asa partida, sem vento, infeliz de mim, apanho nem seixos, nem flores, se queres, traz-me uma escada ou andaime pra que me pareça mais comum e humano...