https://www.poetris.com/
Poemas -> Sociais : 

"a outro descarado,"

 
Tags:  não é-não.  
 


"No inferno os lugares mais quentes são reservados àqueles que escolheram a neutralidade em tempo de crise."

(Inferno) Dante Alighieri















ah, descarado cansado às suas dores das corcovas e sobras
às vossas leituras e livros empoeirados em ato de curvar-se
ah, pobre sapo cru decadente! a coaxar réplica e achar-se
ah, revolucionário de três pernas, dada à bengala de respostas!

pobre sabujo intelectual de suas calças arriadas por altivez
a depender da inspiração deste utente que vos vê da cisterna
ora, porco-manco de seus poemas brancos e cheiro de casernas
de casebres e de lebres, digo-lhe: é breve! e podre, essa sua tez

é cópia de um indigente envelhecido por apenas desculpas
aos seus ideais corrompidos em sabedoria de bibliotecas avulsas
e talvez, esse bovino queira cá, um palavrão a domá-lo às costas

e, talvez, queira o assecla das rimas jocosas, estar à proposta:
em aprontar-se à sua cena de espelho digital tal compromisso
a ver moinhos de vento e ter de espada, seus bafos vencidos






"quero ser grande! quero estar entre todos os quais
sejam estes, meros, vermes, devotos, tão meus-iguais!
a mim, à minha justiça! e toda à essa ilícita conversão
interação de pares e concluios! ah, putaria e inserção!

eu quero! quero ser o mocinho pútrido das opiniões
das minhas poesias toscas e sem talento, das variações
quero fingir-me, quero tingir-me de hipocrisia e lamber
ah, poeta de merda! abração e verborreia curta do ser.."
 
Autor
Azke
Autor
 
Texto
Data
Leituras
52
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.