https://www.poetris.com/
Poemas : 

Touch*

 
Touch*
 
*
Touch*

urge soltar essa imensidão que me habita
essa extensão cósmica que me devora
não quero desvendar esse rito sozinha
preciso do toque da tua alma na minha
principio tocando de leve o espectro
a densidade da tecla de um escrito
as letras não ecoam todo dia a saudade
tantas vezes danço nas linhas, instável.

garatujas coloridas me rodeiam
corpos celestes de um sentimento espreito,
o nada me abre os poros do segredo
e, além do verde azulado, nada vejo
a proximidade esgueira-se na calmaria
e, mesmo sem sol, há um centro que brilha
o avante está lá e nos habita
como um sonho velado em meio dores da escrita.

feminino movimento sem rascunho
eixo, medula de um verso afoito.

Karinna*

 
Autor
karinna*
Autor
 
Texto
Data
Leituras
187
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
3
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Joel-Matos
Publicado: 08/02/2019 17:57  Atualizado: 14/02/2019 12:35
Subscritor
Usuário desde: 24/02/2017
Localidade: Azeitão/Setúbal, Portugal
Mensagens: 2041
 Re: Touch*
O toque que me faz escrever tão quanto escrevo e o tom com que digo é porque ouço teu toque direito e esquerdo dos dedos ... (muito bom)