https://www.poetris.com/
Poemas : 

Vulgar

 
O mundo ama os covardes
Com seus medos e frivolidades
O mundo faz bem sucedidos
Aqueles que olham seus umbigos

Quem tem medo de tudo
Tem o mundo

Ele diz:

Tenho medo!
Coitado de mim!
Fui enganado!
Sou tão ingênuo...

Por auto indulgência

O mundo recompensa o lixo
O verme que devora tudo

Ele pensa:

Tenho que saber, vigiar
Privacidade não tem lugar
É por boa causa

É por amor
Por saudades
Por ser sem saber
Muito vulgar





 
Autor
Creep
Autor
 
Texto
Data
Leituras
48
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.