https://www.poetris.com/
Poemas : 

Poema para o fim

 


Sirvam se da taça de cólera que passa
Agora nossos dias serão embriaguez
Em fila esperem a chegada da sua vez

Frio, calor, lama, fogo e água em excesso
Ou escassez
Os habitantes da terra tem em frente
Um caminho sem sucesso

O homem não precente nem tem intuição
Os cuidados dessa vida cotidiana
Cegaram sua visão

Mais ideologias, ambição e prazer
Mais depressão e sede de poder

Um profeta diz que o tempo acabou
Outro profeta diz que tudo começou

Somos náufragos no mar de males
Sem prestar a atenção
Carmina... trilha sonora do armagedom
Toca ao fundo

Mortes, prantos gritos
Chegou o fim do mundo


 
Autor
Creep
Autor
 
Texto
Data
Leituras
136
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.