https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Hino ao amanhã

 
Hino ao amanhã
 


Hino ao amanhã



O bater de asas de uma libélula,
Pode gerar seca no Nordeste do Brasil
E um Tsunami no Japão de Prestes,
O que penso e digo sim, é não,

Dependo apenas da brisa frequente,
E do brilho de muitas vidas dessas,
Assim como um ribeiro da água,
Que chove ou não e se faz caminho,

Que brilha ao brilho de imensas
Gotas, nas asas de uma libélula
Ou colibri, não basta eu chorar,
Sonhar, sentir, pra que seja verão

Na América do Norte ou Istambul,
No cetim das asas de uma abelha,
É sempre nítida a luz e o movimento
Do mundo, que volve como um hino

Ao amanhã e ao meu depois de mundo
Andado, pra diante e pra frente
Desde a América do sul ao Oriente
Do João-Sem-Medo, o Príncipe-Burro,

Definitivamente não sou ninguém,
Dependo do vento, tornou-se-me
Estranho o mundo e o encanto
Que não me faz encarar o céu futuro,

Não me faz chorar, não o sinto
Ainda que o amanhã seja lindo, será outro
E não a mim que soprará o vento,
No bater de asas de Colibris ou Alvéolas ...




Joel Matos 06/2019
Http://joel-matos.blogspot.com






Joel Matos , aliás namastibet

 
Autor
Joel-Matos
 
Texto
Data
Leituras
376
Favoritos
4
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
56 pontos
16
4
4
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Jorge-Santos
Publicado: 22/06/2019 10:40  Atualizado: 22/06/2019 10:40
Subscritor
Usuário desde: 24/02/2017
Localidade: Azeitão/Setúbal, Portugal
Mensagens: 2066
 Re: Hino ao amanhã
Open in new window





Enviado por Tópico
Namas-tibet
Publicado: 22/06/2019 10:43  Atualizado: 22/06/2019 10:43
Colaborador
Usuário desde: 17/07/2018
Localidade: Azeitão/Setúbal, Portugal
Mensagens: 1012
 Re: Hino ao amanhã
Open in new window

Enviado por Tópico
Joel-Matos
Publicado: 22/06/2019 11:26  Atualizado: 22/06/2019 11:26
Subscritor
Usuário desde: 24/02/2017
Localidade: Azeitão/Setúbal, Portugal
Mensagens: 2082
 Re: Hino ao amanhã
Open in new window


Enviado por Tópico
amifrejr
Publicado: 22/06/2019 14:59  Atualizado: 22/06/2019 14:59
Muito Participativo
Usuário desde: 28/03/2017
Localidade: ALEXANDRIA & RIACHO DA CRUZ-RN
Mensagens: 79
 Re: Hino ao amanhã
Bela reflexao matinal! Parabens poeta!


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 22/06/2019 18:39  Atualizado: 22/06/2019 18:39
 Re: Hino ao amanhã
UOL HOSTPAGBANKPAGSEGUROCURSOSUOL - O melhor conteúdo BUSCABATE-PAPOEMAIL ☰ Dr. Drauzio Varella DOENÇAS E SINTOMAS Prisão de ventre (constipação intestinal) close de rolo de papel higiênico com vaso sanitário ao fundo Prisão de ventre é um distúrbio caracterizado pela dificuldade persistente para evacuar. As causas mais comuns são dieta pobre em fibras, pouca ingestão de líquidos, sedentarismo e consumo excessivo de proteína animal. Prisão de ventre e intestino preso são os nomes populares pelos quais é conhecida a constipação (ou obstipação) intestinal, um distúrbio comum caracterizado pela dificuldade persistente para evacuar. É preciso considerar, entretanto, que não existe um padrão rígido para classificar a frequência normal de funcionamento dos intestinos, que pode variar de 3 a 12 vezes por semana. Veja também: Incontinência fecal Só se considera um quadro típico de constipação, quando ocorrem duas ou menos evacuações por semana e/ou o esforço para evacuar é grande demais e pouco produtivo. Algumas pessoas se queixam de que o intestino não funciona regularmente em ambientes estranhos, ou quando quebram a rotina, como ocorre durante as viagens, por exemplo. Essa alteração, porém, costuma desaparecer tão logo a pessoa retoma suas atividades habituais. A constipação é um transtorno mais comum nas mulheres, especialmente durante a gravidez, nas crianças e nos idosos. CAUSAS As causas mais comuns da prisão de ventre costumam ser a dieta pobre em fibras, a pequena ingestão de líquidos, o sedentarismo, assim como o consumo excessivo de proteína animal e de alimentos industrializados. Não atender à urgência para evacuar, quando ela se manifesta, também pode comprometer o funcionamento regular dos intestinos. A prisão de ventre pode, ainda, estar associada a doenças do cólon e do reto, como diverticulose, hemorroidas, fissuras anais e câncer colorretal. Pode, igualmente, ser provocada pelo uso de certos medicamentos e por alterações neurológicas e do metabolismo. Estresse, depressão e ansiedade são outras ocorrências capazes de interferir nos hábitos intestinais. Veja também: Leia entrevista sobre estresse A complicação mais comum da constipação é o fecaloma, massa compacta de fezes endurecidas, que se deposita no reto ou no cólon-sigmoide, e interrompe o trânsito intestinal. A tendência é o fecaloma aparecer mais nas pessoas com dificuldade de locomoção, como os idosos acamados e os cadeirantes. SINTOMAS Os sintomas da prisão de ventre podem variar de uma pessoa para outra ou na mesma pessoa nas diferentes crises. Os mais característicos são: Número reduzido de evacuações; Dificuldade para eliminar as fezes que se apresentam ressecadas, muito duras e pouco volumosas; Sensação de esvaziamento incompleto dos intestinos. No entanto, esses não são os únicos sintomas. Desconforto, distensão e inchaço abdominal, mal-estar, gases e distúrbios digestivos são manifestações que também podem estar correlacionadas com a prisão de ventre. DIAGNÓSTICO O levantamento da história do paciente, seguido de um exame clínico minucioso, é o passo fundamental para o diagnóstico da constipação. Exames de laboratório, como hemograma e sangue oculto nas fezes, e de imagem – enema opaco, colonoscopia e tempo de trânsito das fezes – são importantes para determinar as causas do distúrbio, estabelecer o diagnóstico diferencial e conduzir o tratamento. TRATAMENTO Posto que a prisão de ventre é apenas um sintoma e não uma doença em si, o objetivo do tratamento é corrigir as causas do distúrbio. A maioria dos pacientes se beneficia com mudanças na dieta e no estilo de vida. Basicamente, a primeira delas consiste na maior ingestão de fibras (legumes, verduras, frutas, cereais integrais, etc.), de alimentos com propriedades laxativas, como o mamão e a ameixa, de farelos em pó misturados aos alimentos ou diluídos em água ou em sucos e de suplementos com fibra na forma de biscoitos ou comprimidos. A segunda, é beber bastante líquido (aproximadamente dois litros por dia, se não houver contraindicação médica, pois pessoas com insuficiência cardíaca ou renal, por exemplo, podem não tolerar esse volume de líquido).Praticar atividade física é outra medida essencial para o bom funcionamento dos intestinos. Em alguns casos, porém, pode ser necessário prescrever o uso de supositórios e de enemas (lavagens intestinais) para facilitar a eliminação das fezes. Em virtude de possíveis efeitos adversos, o uso de laxativos deve ser criteriosamente orientado por um médico. Finalmente, só em situações muito especiais e raras, é preciso recorrer à cirurgia para retirada do fecaloma endurecido. RECOMENDAÇÕES Vá ao banheiro sempre que tiver vontade; Beba muito líquido, mas álcool com moderação, porque ele ajuda a desidratar as fezes; Saiba que a ingestão de farelo em pó pode aumentar a produção de gases; Coma frutas, se possível com casca, nos intervalos entre as refeições; Tente administrar as situações de estresse e as crises de ansiedade. Se precisar de ajuda, não se acanhe. As emoções podem ter influência sobre o funcionamento dos intestinos. Lembre-se de que esse órgão já foi chamado de segundo cérebro; Procure assistência médica se notar mudanças significativas nos hábitos intestinais. Não deixe também de ir ao médico, se as fezes estiverem muito ressecadas ou muito finas, se houver sinais de sangramento, ou se você estiver emagrecendo sem nenhuma explicação aparente. RELACIONADOS Câncer colorretal antes dos 50 anos Síndrome do intestino irritável Síndrome do cólon irritável é um distúrbio na motilidade intestinal não associado a alterações estruturais ou bioquímicas . Mitos e verdades sobre a fissura anal Doença pode tornar-se crônica, infeccionar ou gerar hemorragia, por isso é preciso tratá-la. Saiba como identificar o problema. Prevenção do câncer de intestino | Entrevista O câncer de intestino é traiçoeiro. Quando se manifesta, o tumor já é razoavelmente grande porque, na fase inicial, costuma ser assintomático. Sobre o autor: Maria Helena Varella Bruna é redatora e revisora, trabalha desde o início do Site Drauzio Varella, ainda nos anos 1990. Escreve sobre doenças e sintomas, além de atualizar os conteúdos do Portal conforme as constantes novidades do universo de ciência e saúde. LEIA MAIS Câncer de testículo Câncer de testículo atinge mais os brancos entre 20 e 40 anos. Dr. Drauzio Varella e abaixo o texto "úlcera no estômago". Causas da úlcera gástrica | Coluna #112 A úlcera gástrica é uma ferida que se localiza na parede do estômago, provocando queimação muito forte. Conheça os fatores de risco e previna-se. Veja em que casos entrar na água depois de comer pode ser um problema Veja em que casos entrar na água depois de comer pode ser um problema Há quem ache que essa história não passa de uma lenda e há quem acredite fielmente que entrar na água com o estômago cheio pode trazer complicações. Saiba qual das duas teorias está correta. Site parceiro do UOL Viva Bem Contato Termos de Uso Política de Privacidade Uzumaki Share to Facebook , Number of shares17 Share to Twitter Share to E-mail Share to Copy LinkParte da família P&G P&G Vicks Brasil português Contacte-nos Meta Logo Search Search for: Buscar PRODUTOS CONSTIPAÇÃO SUPERFIBRA METAMUCIL COMPRE AGORA Combata a constipação Intestinal ou a prisão de ventre Artigos e dicas sobre Constipação Intestinal Articulos Quem são as vítimas da Prisão de Ventre? Imprimir CONFIRA HÁBITOS QUE PODEM AUMENTAR AS CHANCES DE PRISÃO DE VENTRE RECOMENDADO 6 VEZES RECOMENDAR ESTE COMPARTILHAR facebook twitter  Enviar por correo electrónicoEmail Qualquer um pode sofrer de Prisão de ventre É uma condição comum, que qualquer um pode sofrer, mas certos hábitos aumentam as chances. Quem são os alvos mais comuns.Prisão de ventre? O que é isso? É uma palavra em aramaico? É normal certo desconhecimento: as pessoas que nunca sofreram,podem não ter a menor ideia do que se trata. Inclusive podem não ter escutado jamais uma palavra assim. No entanto, você tem que saber: pode ocorrer com qualquer pessoa. Por mais que as probabilidades sejam mais elevadas para certos perfis, ninguém está isento de sofrer este inconveniente físico. É quando sofrem, precisamente, estas pessoas escutam essa palavra mágica e começam a consultar aos amigos, aos doutores e inclusive na internet para saber como melhorar a prisão de ventre. A prisão de ventre corresponde à dificuldade em esvaziar o intestino regularmente ou apresentar dificuldades com o trânsito lento, o que pode produzir dor e outros sintomas e problemas maiores. Existem pessoas com mais probabilidades de sofrer devido a seu estilo de vida, mas é uma alteração que todos podemos sofrer em algum momento. As pessoas com prisão de ventre chegam a este estado por causas diversas, por exemplo, o estado emocional. Durante anos, foi demonstrada a importância das emoções no organismo e no sistema digestivo especificamente, e como estas podem gerar problemas. Assim, a dificuldade para evacuar pode estar relacionada com o estresse ou com certo grau de ansiedade. Quando o assunto é puramente emocional, as vítimas são geralmente mulheres, especialmente aquelas com mais de 65 anos. Outra razão para a constipação pode ser uma dieta pobre ou ingestão insuficiente de líquidos. Não beber o suficiente é tão contra producente como ter uma dieta pobre em fibras (verduras, legumes, frutas frescas e secas, pão de trigo, cereais, farinha de centeio, etc.) Neste ponto, é bom considerar um regulador intestinal Metamucil sabor laranja, como Procter & Gamble, que é uma fonte de origem natural. A constipação também se encontra nas pessoas que não realizam atividades físicas. Mesmo pacientes que estão passando por uma mudança em seus hábitos, como uma viagem, uma mudança ou um divórcio. Também aqueles que, por qualquer motivo, não vão ao banheiro quando o corpo pediu.É válido lembrar ainda, que utilizar certos medicamentos, tais como laxantes, podem causar algum distúrbio intestinal. Leia também: É normal sofrer constipação na gravidez? Prisão de ventre, colesterol e como funciona o intestino METAMUCIL® (Plantago ovata Forssk). Indicações: Alívio da constipação intestinal e como regulador intestinal no caso de intestino solto. Auxilia na redução dos níveis séricos de colesterol e da glicemia pós-prandial em conjunto a uma dieta hipocolesterolêmica. M.S. 1.2142.0008. SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO. Para maiores informações consulte a bula do medicamento. CONECTAR: Facebook EXPLORAR PRODUTOS Metamucil sabor Laranja Metamucil sabor Original AJUDA E APOIO Contacte-nos RELACIONADO Vick | P&G Termos E Condições Privacidade Ad Choices Ad Choices Sobre os Cookies Mapa Do Site © 2019 Procter & GambleMédico Responde Médico Responde Buscar respostas Médico Responde Doenças e Agravos à Saúde Quais são os sintomas de prisão de ventre? Dra. Nicole Geovana Dra. Nicole Geovana Medicina de Família e Comunidade O principal sintoma da prisão de ventre é a dificuldade de evacuar. Se o intestino estiver muito preso, a pessoa pode ficar vários dias sem ir ao banheiro. Outros sintomas incluem fezes endurecidas, perda de peso, sensação de que o intestino não esvaziou e ainda há fezes para sair, presença de sangue nas fezes ou perceptível no papel higiênico, sensação de fraqueza e até febre. Contudo, é importante referir que ficar até 3 dias sem evacuar pode ser considerado normal para algumas pessoas, desde que não haja desconforto e outros sintomas desagradáveis. Prisão de ventre: Sintomas e tratamento O que é prisão de ventre? A prisão de ventre é uma alteração no funcionamento do intestino que provoca dificuldade para evacuar ou diminuição da frequência de evacuações para menos de 3 vezes por semana. Quais são as causas da prisão de ventre? O baixo consumo de fibras e água e a falta de atividade física estão entre as principais causas de prisão de ventre. A constipação intestinal também pode ser causada pelo uso de certos medicamentos e doenças do aparelho digestivo. O intestino preso afeta sobretudo as mulheres e os idosos, sendo também comum durante a gravidez, sobretudo a partir do 4º mês de gestação. Neste último caso, a constipação intestinal tem como causas as alterações hormonais e o aumento do tamanho do útero. Saiba mais em: Prisão de ventre na gravidez é normal? O que devo fazer? O que fazer em caso de prisão de ventre? Para combater a prisão de ventre, recomenda-se iniciar pequenas mudanças nos hábitos alimentares diários para ajudar a soltar o intestino naturalmente. Isso inclui principalmente um aumento do consumo de alimentos ricos em fibras (frutas, vegetais, cereais) e uma maior ingestão de água. Em alguns casos de prisão de ventre, podem ser indicados laxantes e supositórios. Além da alimentação, a prática regular de atividade física também contribui para um funcionamento adequado do intestino. As fibras são importante para tratar a prisão de ventre, pois aumentam o volume das fezes e favorecem a passagem do bolo fecal pelo intestino. Alguns alimentos ricos em fibras indicados em casos de prisão de ventre: Frutas (laranja, mamão, manga, ameixa); Legumes (feijão, ervilha, grão-de-bico, lentilha); Hortaliças (cenoura, couve, alface e folhas de um modo geral); Cereais integrais, aveia, linhaça. O aumento da ingestão de água é fundamental para ajudar a soltar o intestino, pois deixa as fezes mais úmidas e amolecidas. Além disso, um maior consumo de fibras implica também um maior consumo de água, pois as fibras secas podem piorar a prisão de ventre. Uma outra recomendação é ir ao banheiro sempre que tiver vontade de evacuar. Segurar a vontade faz com que a água das fezes seja reabsorvida, tornando mais difícil a evacuação. Para facilitar a evacuação, sente-se no vaso sanitário com as pernas para trás e o tronco inclinado para frente para esticar o intestino e favorecer a saída das fezes. Se a prisão de ventre continuar, procure um médico clínico geral ou médico de família para uma avaliação. Referências bibliográficas Veja também O que fazer se ficar mais de uma semana sem evacuar? Dra. Nicole Geovana Dor no umbigo: o que pode ser? Dra. Rafaella Eliria Abbott Ericksson Distensão abdominal: Quais as causas e como tratar? Dra. Janyele Sales Prisão de ventre pode ser câncer? Dra. Janyele Sales O que é prisão de ventre e quais são as suas causas? Dra. Nicole Geovana Excesso de gases: o que pode ser e como tratar? Dr. Marcelo Scarpari Dutra Rodrigues Qual é o melhor tratamento para acabar com a prisão de ventre? Dra. Nicole Geovana Cólica intestinal: o que pode ser? Dra. Nicole Geovana Pergunte ao Médico Qual a sua pergunta? Escreva aqui a sua pergunta Como Funciona Temas Semelhantes Sintomas Intestino Preso Prisão de Ventre Página criada em: 20-03-2017. Última atualização desta página: 09-05-2019. Última data de atualização do site: 19-06-2019. Atenção: o site Médico Responde não fornece aconselhamento médico, diagnóstico ou tratamento. Todos os conteúdos são meramente informativos e não devem substituir o contato entre os visitantes do site e seus médicos. Como Funciona Bibliografia Quem Somos Termos de Uso Privacidade Contato Respostas por Tema Categorias RSS Nós aderimos aos princípios da charte HONcode da Fondation HON Nós aderimos aos princípios da carta HONcode. Verifique aqui. Médico Responde - Todos os direitos reservados. © 2011 - 2019 7Graus




Enviado por Tópico
Nanda
Publicado: 05/07/2019 15:24  Atualizado: 05/07/2019 15:24
Colaborador
Usuário desde: 14/08/2007
Localidade: Setúbal
Mensagens: 11186
 Re: Hino ao amanhã
Olá vizinho!

É bom passar por aqui e ler algo bem construído e pleno de conteúdo.
Bj
Nanda

Enviado por Tópico
Joel-Matos
Publicado: 18/07/2019 17:51  Atualizado: 19/07/2019 12:32
Subscritor
Usuário desde: 24/02/2017
Localidade: Azeitão/Setúbal, Portugal
Mensagens: 2082
 .
.