https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Madrugada Arteira

 
Tags:  amor    paixão    desejo    fantasia    prazer  
 
Quero amar sem tempo definido
Amar dentro do infinito,
Sem cautela abraçar o destino.
Declarando meus desejos lascivos.

Sussurrar o amor em palavras atrevidas,
Provocar seu sentimento e seus instintos
Em teus encantos me perder
Sem dar importância me envolver.

E sinto neste sonho amoroso,
Lábios ardentes se encontrando
Em beijos provocantes se amando
Corpos atados, cingidos pelo carinho.

Somos carne abrasadora, paixão incontida
A vontade soberba, o desejo excessivo
A mente pervertida, ação libertina
Criaturas ávidas, prazer desinibido.

Tua pele macia, seu cheiro me vicia
Provoca me com suas investidas
Derrama seu amor em fantasias
Expressa o gozo com maestria.

Melódica e formosa são as madrugadas
Nossas loucuras e prazeres aqui estão
Na cama ainda desarrumada
Ficou as marcas e cheiros do nosso amor

Madrugada que termina
O dia já vem gritando
A luz invade nosso quarto
encontrando dois corpos aninhados.


By Edy

 
Autor
Edykyron
 
Texto
Data
Leituras
1538
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
2
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Gilquele
Publicado: 30/04/2020 21:24  Atualizado: 30/04/2020 21:24
Participativo
Usuário desde: 28/07/2015
Localidade: Iguatu/CE
Mensagens: 40
 Re: Madrugada Arteira
Quero esse poema em um livro, na minha estante ou na cabeceira, ao meu dispor, para lê-lo sempre que me der vontade; a ele e outros como tal.

Amei o poema!