https://www.poetris.com/
Poemas : 

Por que secaram as buganvílias?

 
Regresso ao poema com letras
maduras no coração do degelo. Como gestos marcados
pela música do olhar onde o teu
sorriso morava.

Cruzas no teu rosto palavras
indecifráveis
espartilhadas num espaço onde a claridade
se apagou.

Por perto o medo
a morder-te os traços cansados.

Deslizas
impreciso
abandonado de palavras
a impedir o choro e o
silêncio das veias.

A obrigação de resistir. Até à extinção
da cor.

 
Autor
Briana
Autor
 
Texto
Data
Leituras
55
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
0
2
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.