https://www.poetris.com/
Poemas : 

só o vazio é eterno.

 
********************************************************************



olhe as plantas
que já foram verdes
quando o sal da vida
era a corrida
sem olhar à frente

olhe o coral tristonho
de vozes embargadas
incrédulas no adeus

olhe o rosto
que já foi moço
no 'espelhomente'
do sorriso acidental

como podes não perceber

o que vês

senão o êxodo
de dias contados
pra neste coitado renascer

a vontade de regressar
do futuro inclemente
adiante do que nunca soube
e se soubesse no presente
o esmo que viria
nada me roubaria
o último suspiro até dizer

por quê

porque num instante
morro à sua frente
tão longe de teus olhos

no cortejo que passa
roubando toda graça
que há no nascer

porque morrer
é a resposta sem pergunta
de sim e não
de tudo e nada na ilusão
do vazio eterno
que vive neste chão



***







.......................................................
tudo que provir, advir
há de vir, há de vir...


Rehgge



 
Autor
poemus
Autor
 
Texto
Data
Leituras
157
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
9 pontos
1
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
poemus
Publicado: 01/06/2019 00:16  Atualizado: 01/06/2019 00:16
Da casa!
Usuário desde: 01/05/2018
Localidade:
Mensagens: 384
 Re: só o vazio é eterno.