https://www.poetris.com/
Poemas -> Introspecção : 

(te)ssoar

 
Tags:  vida    poemas    introspeção  
 
...afinal Já muita coisa soava diferente,
parecia-me o teu choro,
o mesmo que me rasgava
a pele de cada vez que
tinha de ser o adeus,
sem que eu soubesse
que voltava,
agora ouvia-o ao longe,
revestido de
correr de água,
o mesmo que
ninguém sabe ao que soa,
porque ninguém
está lá para ouvir,...

submetia-me ao perdão,
porque as coisas
soavam mesmo
de forma diferente,
às vezes,
quando perdia a
luta com a noite,
ouvia-me a dizer mãe tenho medo,
recordando o mais inocente que já fui,...

percebia agora como dói
ficar sem coração no silêncio

 
Autor
joanazdemelo
 
Texto
Data
Leituras
68
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
0
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.