https://www.poetris.com/
Poemas -> Sombrios : 

Tempo e amor

 
Tags:  vida    poemas    sombrios  
 
a culpa é de quem acha que a fratura do tempo,
não se cura como um mal de amor,
cura-se,
os corações são os ponteiros da indecisão,
as bocas por beijar fazem as vezes dos choros
das mortes,
e das velhas que morrem de desnutrição
quando lhes falta o apoio de décadas,...


ao tempo não se pode pedir mais tempo
para que deixe de ser tempo,
como ao amor bastam duas vezes o silêncio
para que se perpetue só o tempo
suficiente até desaparecer,
só que o amor renasce,
e flutua pelo etéreo dos tempos,
deixando ao tempo o papel indefinido
do passar dos tempos,
até que no ser só reste o querer,
e o odor do tempo

 
Autor
joanazdemelo
 
Texto
Data
Leituras
122
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
9 pontos
7
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Namas-tibet
Publicado: 11/06/2019 15:22  Atualizado: 11/06/2019 15:22
Colaborador
Usuário desde: 17/07/2018
Localidade: Azeitão/Setúbal, Portugal
Mensagens: 975
 Re: Tempo e amor
lamecha