https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Supondo-me desperto

 
Supondo-me desperto
 






Despertei não sei do quê nem como,
Se ainda durmo um tardio febril sonho
Vestido a luto ou se desperto a mando
De alguém morto há séculos e por falecer

Do mesmo mal que me anima ainda pés e tronco
E em que nada combina com vida, nem ar aliado
Ao movimento de sombra e luz que me perdure,
Inútil a alma que, se existisse seria cinza, pó terra

Acabando por se perder na penumbra alada
Desse neutro, negro outro lado, não sei porquê,
Nem onde, mestiça margem d'outro homem,
Vestida a manga, só no decote o tecido é curto,

A glote é minha assim como a de todos outros
Sem glória, cantando "à capella", o divino moribundo
E o grotesco aplaudido por milhões de varejas,
Maldigo o destino, coso-me ao último, tomara certo,

Não falsa ideia final, do inútil que sou, supondo-me
Desperto, sem uso nem posto, confundo-me
Com as pedras que acariciam meu estéril rosto
E se alinham nas mãos e não no gesso do grotesco busto .





Jorge Santos 06/2019
http://namastibetpoems.blogspot.com







namastibet, aliás Joel matos

 
Autor
Namas-tibet
 
Texto
Data
Leituras
400
Favoritos
4
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
57 pontos
17
4
4
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Namas-tibet
Publicado: 13/06/2019 18:22  Atualizado: 13/06/2019 18:22
Colaborador
Usuário desde: 17/07/2018
Localidade: Azeitão/Setúbal, Portugal
Mensagens: 1020
 Re: Supondo-me desperto
Open in new window







Enviado por Tópico
Jorge-Santos
Publicado: 13/06/2019 18:23  Atualizado: 13/06/2019 18:23
Subscritor
Usuário desde: 24/02/2017
Localidade: Azeitão/Setúbal, Portugal
Mensagens: 2071
 Re: Supondo-me desperto
Open in new window

Enviado por Tópico
Joel-Matos
Publicado: 13/06/2019 18:26  Atualizado: 13/06/2019 18:26
Subscritor
Usuário desde: 24/02/2017
Localidade: Azeitão/Setúbal, Portugal
Mensagens: 2086
 Re: Supondo-me desperto
Open in new window

Enviado por Tópico
Migueljaco
Publicado: 15/06/2019 22:26  Atualizado: 15/06/2019 22:26
Colaborador
Usuário desde: 23/06/2011
Localidade: Taubaté SP
Mensagens: 9314
 Re: Supondo-me desperto
Boa noite Namas-tibet, parabéns pelos vossos instigantes versos, MJ.


Enviado por Tópico
Joel-Matos
Publicado: 21/06/2019 17:14  Atualizado: 21/06/2019 17:44
Subscritor
Usuário desde: 24/02/2017
Localidade: Azeitão/Setúbal, Portugal
Mensagens: 2086
 Pensa bem Azke.
AZKE
“Lê bem
Eu notei q vc ficou triste por conta das minhas intervenções nas suas páginas. Logo, isso é um modo de vc saber como eu me senti quando tive de deletar o meu perfil por sua causa da última vez. Eu não quero isso e se vc se comportar e não vir mais às minhas páginas, eu não irei mais incomoda-lo.. porém, se vier, saiba q eu continuarei e q vou acabar com todos os seus textos, inclusive os do Chow e outros.. não pense q eu não serei malvado pq eu serei e tudo pq eu te desprezo, tenho nojo de você.. mas eu posso engolir essas coisas ruins e deixo vc em paz se me.deixar em paz TB.. só quero q vc fique longe das minhas páginas, o resto que vc fizer ou deixar de fazer, não me importa.. eu não sou homem de deixar essas coisas p lá mas posso fazer isso por uma trégua.. agora, é vc quem decide. Se vier a mim, acabou a trégua. Se não vier, eu não irei mais causar p cima de vc.. pense bem.. vc não é porra nenhuma!! Eu, muito menos, mas posso fazer um estrago ainda maior . Não seja burro!! Eu sei q vc tem orgulho do que escreve e adora inclusive.. não ache q eu te deixarei de boa se vier me incomodar de novo. Apenas isso.. pense bem..
Faça oq quiser . Mas a sua ação trará uma reação ainda maior..” veja bem
“eu estou te pedindo.. não venha ate a mim. se vier, eu não vou parar. isso será ruim p nós dois,
pensa bem”




Pois bem ,não penses que me preocupo com a merda que fazes sob a minha escrita, eu não cedo perante petulantes e abusadores, não mitigo a paz nem faço a guerra, muito menos guerrilhas insignificantes como esta, não sou homem de ficar ouvindo todo o género de impropérios e manter-me calado, sereno e impávido perante obscenidades, por isso quem te faz um “ultimatum” sou eu, ou apagas toda a “MERDA” que colocaste nos meus três perfis, MAS TODA ou não pões mais os cotos neste site ou noutro onde te encontrar, tenho dito …(pensa bem)

Jorge Santos / Joel Matos / Namastibet

Leia mais: https://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=344353 © Luso-Poemas

Leia mais: https://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=344332 © Luso-Poemas