https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Escrevo o que ninguém escuta ...

 
Escrevo o que ninguém escuta ...
 





Escrevo o que ninguém escuta eu dizer,
Se me manifesto pela saliva do nariz,
Salvo a consciência, perco-me no que digo,
Na memória e na forragem do umbigo,

A trajectória não tem leme, vagão ou rumo,
Escrevo "por-bem-dizer" o que conluio
Ser uma tela de superfícies cavas, expressando
O que é a face humana e manuscrita, não falando

Daqueles que não têm remédio comigo,
Os dias grandes não costumam se repetir,
É um facto, cabe a mim situar-me
No melhor lugar e pensar diferente

A cada minuto de dia, na galeria,
Na plateia ou no balcão para que
Esta pareça uma outra peça,
Sem me sentir prisioneiro do teatro,

Posso sempre sair para a praça,
Jogar matraquilhos ou assistir da bancada
Ao clube da terra, enormes são os dias
Que não se repetem, nem mesmo

Eu, repito-me escrevendo, concluí
Que sou um viciado em rotinas pequenas,
Pequenos são os meus dias e a rotina …
Escrevo o que ninguém escuta

Eu dizer falando. Venho de uma pequena
Ciência em que os dias são todos os tais,
Lá fora formaram-se coisas, grandes causas
Ao abrigo da conspiração das horas,

Temem a desolação que habita dentro
De mim, sem dúvida que sou pequeno,
Tudo em mim é noite escura e meia
Altura de tamanho e peso, ninguém escuta

O que eu digo do umbigo e em roda dele,
Situo-o no meio-dia e eu em órbita do nariz,
Da saliva desvalorizada, vulgar, parda
Vida em que vivo sem me fazer ouvir...











Jorge Santos 07/2019
http://namastibetpoems.blogspot.com





Jorge Santos, aliás Joel Matos,aliás namastibet

 
Autor
Jorge-Santos
 
Texto
Data
Leituras
420
Favoritos
5
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
66 pontos
16
5
5
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
JorgeSantos
Publicado: 13/07/2019 12:05  Atualizado: 13/07/2019 12:05
Da casa!
Usuário desde: 28/06/2019
Localidade:
Mensagens: 335
 Re: Escrevo o que ninguém escuta ...
Open in new window

Enviado por Tópico
JorgeSantos
Publicado: 13/07/2019 12:42  Atualizado: 13/07/2019 12:42
Da casa!
Usuário desde: 28/06/2019
Localidade:
Mensagens: 335
 Re: Escrevo o que ninguém escuta ...
Open in new window

Enviado por Tópico
JorgeSantos
Publicado: 13/07/2019 12:47  Atualizado: 14/07/2019 18:05
Da casa!
Usuário desde: 28/06/2019
Localidade:
Mensagens: 335
 Descrevo o infinito, são de ouro e lata meus dedos, dedadas e umbigo .
Open in new window

Enviado por Tópico
sommerville
Publicado: 15/07/2019 17:21  Atualizado: 15/07/2019 17:21
Colaborador
Usuário desde: 21/08/2011
Localidade: Porto, Portugal
Mensagens: 1005
 Re: Escrevo o que ninguém escuta ...
Parabéns

Enviado por Tópico
sommerville
Publicado: 15/07/2019 17:21  Atualizado: 15/07/2019 17:21
Colaborador
Usuário desde: 21/08/2011
Localidade: Porto, Portugal
Mensagens: 1005
 Re: Escrevo o que ninguém escuta ...
Parabéns


Enviado por Tópico
Jorge-Santos
Publicado: 18/07/2019 15:04  Atualizado: 18/07/2019 15:04
Subscritor
Usuário desde: 24/02/2017
Localidade: Azeitão/Setúbal, Portugal
Mensagens: 2083
 Re: Escrevo o que ninguém escuta ...
Open in new window


Francis Bacon 1946

Enviado por Tópico
Joel-Matos
Publicado: 18/07/2019 15:53  Atualizado: 20/10/2019 21:03
Subscritor
Usuário desde: 24/02/2017
Localidade: Azeitão/Setúbal, Portugal
Mensagens: 2108
 Meu entendimento é leve



Eu hei-de um dia descobrir o que digo quando escrevo, meus olhos nasceram em greve, meu entendimento é breve e leve, quanto um cometa inédito, segue e some, some e segue, assoma-me a loucura quando escrevo, assola-me o que escrevo e quando o faço assemelho-me a um louco, sendo ele, eu próprio noutro...noutros mundos outros.
Cresce mais alto em mim o que digo do que o que penso, o coração faz peso pra um lado embora procure o equilíbrio, desabo na sátira de mim próprio, será a poesia o caminho certo, estando eu do lado errado de tudo isto ...









Enviado por Tópico
JorgeSantos
Publicado: 20/10/2019 15:54  Atualizado: 20/10/2019 15:54
Da casa!
Usuário desde: 28/06/2019
Localidade:
Mensagens: 335
 (A Calúnia é Livre)
Open in new window



Open in new window