https://www.poetris.com/
Poemas : 

Quando ocorrem acidentes

 
Ao tê-los, os de fora dizem: "só foi o carro? Teve sorte!"
Se, do acidente, resultou em amputação, lá perguntam: "só perdeu um membro? Teve sorte!" Bem podiam ter sido os dois!"
Se, do acidente e/ou queda gravíssima, mais tarde originando a morte, lá dizem: "as lesões eram muito graves? Pois! para ficar paralítico foi melhor ter morrido. Teve sorte!"

Ao contrário, caso fosse familiar dos questionadores, a sorte viraria azar, infelicidade e injustiça "que "Deus" é injusto blá blá blá... no limite, ainda diriam: "Deus" só chama os bons!"

Digo eu:

Tudo que ao outro aconteceu
não foi azar foi sorte
O que teve sorte morreu
ao outro levou-o a morte.





 
Autor
Grapilho
Autor
 
Texto
Data
Leituras
56
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.