https://www.poetris.com/
Poemas -> Introspecção : 

Antes de cobarde

 
Tags:  vida    poemas    introspeção  
 
Porém,
Escrevesse eu as indecisões que soletro sempre a capitulares,
Nada como o fogo me faria as vezes de pele,...

Antes de cobarde,
Refiro as mostras ocultas das pedras,
Onde os pais de família que vão escrevendo a som o correr dos dias,
Encontram o que precisam para dormir de uma vez para sempre,...

E logo hoje que o mar me bate à porta com novas da madrugada,
Sem que perceba qual o sentido da vida das línguas mortas

 
Autor
joanazdemelo
 
Texto
Data
Leituras
71
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
6 pontos
2
2
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 11/08/2019 23:48  Atualizado: 11/08/2019 23:48
 Re: Antes de cobarde
ó Joana... eu gosto de ler o que você escreve. e escreve muito bem. imagine que eu costumo fazer compras nestas pequenas mercearias em vias de extinção, e faço-o porque dou prioridade ao mercado local, mas de facto, aquilo é um mar sem dó nem piedade de línguas mortas. nem queira saber que eu também não. faço sempre de conta que não ouvi. é verdade. uma boa semana