https://www.poetris.com/
Poemas : 

Todos os dias

 

Um ponto sem retorno. A saudade
a chorar baixinho
e a mendigar pontes antigas
abandonadas por dentro dos lábios.

Um silêncio absurdo corre pelas águas
da insónia

e o tempo a mover-se
ávido de luz
e da proximidade das raízes.

Escreves a palavra
mãe
e dizes o indizível

na linha reta da sílaba.

B.

 
Autor
Briana
Autor
 
Texto
Data
Leituras
92
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
16 pontos
4
2
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 05/09/2019 19:52  Atualizado: 05/09/2019 19:52
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29256
 Re: Todos os dias
Uma beleza poética que traduz os mais belos sentido em palavras


Enviado por Tópico
bitcoin
Publicado: 07/09/2019 17:03  Atualizado: 07/09/2019 17:03
Muito Participativo
Usuário desde: 05/09/2019
Localidade:
Mensagens: 78
 Re: Todos os dias
o carlitos diz sempre a mesma coisa!
mas de facto, todos os dias são dias do senhor, e da senhora. a ordem pode e deve ser invertida não só para combater a discriminação de género mas porque realmente assim é na verdade. as senhoras vão à frente. os cavalheiros...