https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

De volta a nós

 
Tags:  vida    poemas    surrealistas  
 
de volta a nós como nunca
se tivesse repetido o tempo,
como as fábulas em que o chão
é de flores,
e as pessoas morrem porque a vida
incomoda,...

fizessem com que o amor
possa prosseguir numa dimensão
sem choros,
sem desilusões,
só com água a humedecer um bem
querer,
atrás do outro,...


não sei como descrever facilidades,
surreais imprecisões como estas,
sei dizer-tas,
não descrever porque não
alcanço o limite da racionalidade,
só me sei de volta a nós,
como se o tempo me pressionasse
a ser vulgar,
e a só sentir uma saudade
impossível de se desenhar

 
Autor
joanazdemelo
 
Texto
Data
Leituras
363
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
7 pontos
3
2
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 15/06/2020 18:00  Atualizado: 15/06/2020 18:00
 Re: De volta a nós
"e a só sentir uma saudade
impossível de se desenhar"

tente usar lápis colorido...eu os uso, vez por outra....

apreciei, novamente

abraço