https://www.poetris.com/
Poemas : 

à rotina

 
Tags:  poeta    luciano    Spagnol    cerrado    rotina  
 
todos os dias
o mesmo cerrado
as mesmas cortesias

bons-dias!... diário
nas mesmas heresias
dum mesmo cenário

e nestas galimatias
rotina é meu rosário
minúcias e alegorias

pra ornar o obituário!

© Luciano Spagnol
poeta do cerrado
09/10/2019
Cerrado goiano


"Sou alma do cerrado, pé no chão, do Triângulo, do chapadão... Pão de queijo com café, fogão de lenha,das vilas ricas, arraiais, sou filho de Araguari, das Gerais".
Luciano Spagnol




 
Autor
LucianoSpagnol
 
Texto
Data
Leituras
66
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.