https://www.poetris.com/
Poemas : 

Nascituro

 
Nós deitamos em uma praia solitária
marés mudam entre realidade e fantasia
lábios vermelhos beijam o ontem que nunca tivemos
enquanto sonhamos com a eternidade
vaga-lumes iluminando a noite
formando horóscopos
predizendo que não há promessas de amanhã

nossos olhos expressam
coisas que nossas bocas nunca verão
o céu sem lua atormenta
nosso amor é um nascituro
que nunca deveria ser


Sou uma folha seca, negada do conforto do sono entre as páginas de um livro com um final feliz e varrida implacavelmente pelos ventos do tempo.

Maria Laís:

 
Autor
M.L.Pinheiro
 
Texto
Data
Leituras
77
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Keithrichards
Publicado: 19/10/2019 17:11  Atualizado: 19/10/2019 17:11
Colaborador
Usuário desde: 17/03/2014
Localidade:
Mensagens: 2512
 Re: Nascituro
Desejo de sentir o amor nas incertezas do alvorecer, fantasia e encanto, bem escritos no seu belo poema, gostei muito, parabéns!!!

Grande abraço!