https://www.poetris.com/
Poemas : 

cadência

 
Tags:  vida    poeta    tempo    cerrado    Luciano Spagnol    hora  
 
no pêndulo
do relógio
fique e vai
vai e fique
na hora o tempo atrai
pra brincar de pique...

© Luciano Spagnol - poeta do cerrado
19/11/2015, 19'58" - Cerrado goiano


Sou alma do cerrado, pé no chão, do triângulo, do chapadão. Pão de queijo com café, fogão de lenha, das vilas ricas, arraiais, filho de Araguari, das Gerais...
© Luciano Spagnol - poeta do cerrado

 
Autor
LucianoSpagnol
 
Texto
Data
Leituras
182
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.