https://www.poetris.com/
Poemas -> Reflexão : 

Mais que qualquer um

 
Tags:  vida    poemas    introspeção  
 
Mais que qualquer um,
Não me percebia como assim ninguém de quem,
Se pudesse esquecer,
Adormecer no ser que nem peso tem,
Não é possível deixar assim o que se viveu,
Por muito que queira escrever-me fora de tudo isto,
Ainda é a minha roupa a que mais pesa quando sinto o vento,
A perguntar-me que horas são dentro da minha maneira de ser,...

Eu não fui por ali,
Por medo de me ver à saída de um médico que assina por baixo,
A morte das pessoas,
E pelo caminho deixar cair todas as moedas já sem valor,
Que fui guardando nesta encenação de vendilhao do templo,
Que tem sido a minha vida descascada,
Como a banana das noites tão femininas de que ainda me lembro

 
Autor
pleonasmo
Autor
 
Texto
Data
Leituras
66
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
10 pontos
0
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.