https://www.poetris.com/
Poemas : 

Preso em Liberdade: Parte IV

 
Por que não ser eu apenas eu,
simplesmente eu e nada mais?
Quem mais, além de mim, eu poderia ser?
Se pude ser, por que não o fui?
Por que não o sou?
E tu, volto a perguntar, quem és?
E minha musa, quem é?
O que está por de trás de tamanha beleza?
O que escondem aqueles belos olhos azuis?
E aquele sorriso contido?
Em meus sonhos já fora tantas:
Uma bailarina a rodar no infinito;
Uma doce e misteriosa visão praieira;
Um girassol iluminado...
Mas nunca Ana!
Rivas, talvez.
Mas Ana, nunca...

 
Autor
Rafael007
Autor
 
Texto
Data
Leituras
99
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
10 pontos
0
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.