https://www.poetris.com/
Poemas : 

o sonho de daniel

 
o ancião dos dias deu-me este ano
mais um pijama
de rugas
e chorei tanto como quem acordasse
com o sobressalto de uma inspiração

as dúvidas
nunca receies as dúvidas

porque é que contornaste
a compasso as tuas ondas?

porque vogam os astros
no arco da tua boca?

porque é que me deixo sempre
embalar pelo refrulho
das tuas águas
pelo firmamento?

o perímetro do teu nome
aumenta e diminui
aumenta e diminui
pulsa nos meus músculos
nos meus ouvidos
e cala-se

a vida tem destas coisas
só a escutamos quando a música
se suspende
e nos surpreende
despidos na fila descendente
sem esperar sequer pelos créditos
e pelo fade away
para impor a escuridão
e o silêncio na câmara

dúvidas? que dúvidas?

 
Autor
boxer
Autor
 
Texto
Data
Leituras
197
Favoritos
4
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
43 pontos
5
3
4
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
boxer
Publicado: 25/01/2020 16:06  Atualizado: 25/01/2020 16:14
Colaborador
Usuário desde: 21/01/2009
Localidade:
Mensagens: 784
 Re: o sonho de daniel
.

"O retrato do poeta enquanto agora é a minha mudez interrogando esta pergunta. É um rosto que espera e medita paciente, porque sabe que nem sempre por onde existe a luz é que passa o caminho."

Daniel Faria (1971-1999)

Open in new window