https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

CALO-ME NAS PALAVRAS AMOR 🌹💕

 
CALO-ME NAS PALAVRAS AMOR 🌹💕
 
Calo-me com as palavras que tento ler-te
Embebedo-me nas letras que vou escrevendo
E é pelo teu amor que vou ficando louca
Tu roubas-me a lucidez quando a tua boca
Apodera-se dos meus seios já embriagada
Pelas palavras que me turvam os sentidos
Quando escrevo uma prosa de nos dois
E me sinto seduzida deste prazer da escrita
Num corpo desejado o teu de tantos gemidos nossos
Cala-me outra vez que eu preciso
Nesta ébria poética onde me deito contigo
E as tuas caricias são amor caricias que se envolvem
No meu corpo como eu gosto lentamente em paixão
Desatando todos os nós que já demos
Na profundidade sentida e nos perdemos no nosso amor
Dentro desta louca paixão e quando os raios de sol
Que entram pela janela ilumina o quarto
Cobrindo os nossos corpos
Ficamos despojados da nossa timidez
É quando a minha alma abraça ferozmente a tua
No corpo que habita o desejo que sentimos

👒🌹


╭✿ ♥
Não me considero poeta
Descobri escrevendo por acaso

Você pode copiar, distribuir, exibir, executar
desde que seja dado crédito ao autor original.


👒🌹💕
Isabel Morais Ribeiro Fonseca
 
Autor
IsabelRFonseca
 
Texto
Data
Leituras
599
Favoritos
8
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
94 pontos
8
11
8
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
AntónioFonseca
Publicado: 18/03/2020 16:15  Atualizado: 18/03/2020 16:15
Colaborador
Usuário desde: 31/05/2013
Localidade:
Mensagens: 1134
 Re: CALO-ME NAS PALAVRAS AMOR 🌹💕

Open in new window

Enviado por Tópico
AntónioFonseca
Publicado: 18/03/2020 17:18  Atualizado: 18/03/2020 19:43
Colaborador
Usuário desde: 31/05/2013
Localidade:
Mensagens: 1134
 Re: CALO-ME NAS PALAVRAS AMOR 🌹💕
No dia que te conheci os nossos olhados tornaram-se desejosos e cúmplices, continuando até ao dias de hoje, já lá vão 36 anos, em amor vamos desatando os nós que a vida nos impôs e impõe.
Quando escreves uma prosa, um soneto, pensamento, ou poema de nós dois, fico seduzido e embebido deste prazer da tua apaixonante escrita. ✍

Amêmo-nos ferozmente. 🐺🐺
Belissimo poema my love



Open in new window

Enviado por Tópico
AntónioFonseca
Publicado: 19/03/2020 11:01  Atualizado: 19/03/2020 11:01
Colaborador
Usuário desde: 31/05/2013
Localidade:
Mensagens: 1134
 Re: CALO-ME NAS PALAVRAS AMOR 🌹💕



Enviado por Tópico
Migueljaco
Publicado: 31/03/2020 23:36  Atualizado: 31/03/2020 23:36
Colaborador
Usuário desde: 23/06/2011
Localidade: Taubaté SP
Mensagens: 9599
 Re: CALO-ME NAS PALAVRAS AMOR 🌹💕
Boa noite IsabelRFonseca, parabéns pelos vossos inspiradores versos enredando este irretocável poema em que o amor se faz dominante, MJ.

Enviado por Tópico
AntonioCosta
Publicado: 09/05/2020 11:30  Atualizado: 09/05/2020 12:55
Super Participativo
Usuário desde: 02/05/2020
Localidade:
Mensagens: 103
 Re: CALO-ME NAS PALAVRAS AMOR 🌹💕
COMO QUEIRAS, AMOR

Como queiras, Amor, como tu queiras.
Entregue a ti, a tudo me abandono,
seguro e certo, num terror tranquilo.
A tudo quanto espero e quanto temo,
entregue a ti, Amor, eu me dedico.

Nada há que eu não conheça, que eu não saiba,
e nada, não, ainda há por que eu não espere
como de quem ser vida é ter destino.

As pequeninas coisas da maldade, a fria
tão tenebrosa divisão do medo
em que os homens se mordem com rosnidos
de malcontente crueldade imunda,
eu sei quanto me aguarda, me deseja,
e sei até quanto ela a mim me atrai.

Como queiras, Amor, como tu queiras.
De frágil que és, não poderás salvar-me.
Tua nobreza, essa ternura tépida
quais olhos marejados, carne entreaberta,
será só escárneo, ou, pior, um vão sorriso
em lábios que se fecham como olhares de raiva.
Não poderás salvar-me, nem salvar-te.
Apenas como queiras ficaremos vivos.

Será mais duro que morrer, talvez.
Entregue a ti, porém, eu me dedico
àquele amor por qual fui homem, posse
e uma tão extrema sujeição de tudo.

Como tu queiras, meu Amor, como tu queiras.

Jorge de Sena, in 'Post-Scriptum'

Desculpe o atrevimento

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 09/05/2020 11:34  Atualizado: 09/05/2020 11:34
 Re: CALO-ME NAS PALAVRAS AMOR 🌹💕
afinal quantos antónios é que a minha amiga tem! olá! eis uma mulher gulosa! sim senhor!

Enviado por Tópico
AntónioFonseca
Publicado: 09/05/2020 12:03  Atualizado: 09/05/2020 12:38
Colaborador
Usuário desde: 31/05/2013
Localidade:
Mensagens: 1134
 Re: CALO-ME NAS PALAVRAS AMOR 🌹💕


Cala-me nas palavras
que o coração guarda
e nos escapa das mãos
quando nos amamos loucamente