https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Como é triste a casa de Jesus

 
Tags:  g  
 
Convento de Santa Clara .

8.00 da manhã.

Quem me dera o dia bem claro, com boas novas correndo.
Quem dera deitasse salpicos azuis.

O sino é um espantalho e,
estas copas tão serenas!
Quanto ouro se deu
pelo avental de Lisetta?

Foi roxo, foi preto
Verde/vermelho
Tantas luzes azuis!
O amarelo dá mais?

Diga-me , de que vale uma capa que não arde,
mofada no tempo
a luz do luar?

Será este o som dos
dias cinzentos?
Das sombras que passam,
dos sonhos tolhidos sem sequer despertar?

A morte está no paço.
Na copa das árvores, pendurada nos galhos
Tristonhos.

Eu estou lá...
Eu estou cá.
Eu estou no sexto andar...
E amanhã?

Amanhã, vestirei uma capa.
Uma capa de bronze.
Esconder-me-ei entre as árvores, vigiarei os vitrais.

Santa Clara!
Santa Clara!
O que foi que o velho fez?...


Leonor Huntr

 
Autor
Veit
Autor
 
Texto
Data
Leituras
246
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
32 pontos
6
5
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 25/04/2020 16:53  Atualizado: 25/04/2020 16:53
 Re: Como é triste a casa de Jesus


Enviado por Tópico
Edykyron
Publicado: 27/04/2020 02:10  Atualizado: 27/04/2020 02:10
Colaborador
Usuário desde: 15/11/2012
Localidade: São Paulo, Brasil
Mensagens: 771
 Re: Como é triste a casa de Jesus
Belo texto, e aproveito para saudar nobre amiga que
há tempos não correspondia. Eu estou muito tempo distante do Luso mas hoje estou alegre pela sua presença por aqui.