https://www.poetris.com/
Sonetos : 

CERRADO “IN CONCERT”

 
Tags:  Luciano Spagnol    araguarino    in concert    carrado  
 
Versei-te? Sim. Doidamente!
Admirei-te com admiração
No seu irregular da retidão
Do rubro luzidio sol poente

À beira de ti: - barbatimão
Ipê e buriti, sim, presente!
Esquecer-te, nunca, tente!
É diversidade em dimensão

Então, como não poetar-te?
Se nos teus galhos retorcidos
Que se tem a variegada arte!

E, quando nos teus alaridos
Das seriemas, tudo é parte
Dos poéticos aqui permitidos...

© Luciano Spagnol - poeta do cerrado
24/03/2020, 10’29” - Cerrado goiano

Vídeo no YouTube:
https://youtu.be/6O3Y7Ao582E


Sou alma do cerrado, pé no chão, do triângulo, do chapadão... Pão de queijo com café, fogão de lenha, das vilas ricas, arraiais, sou filho de Araguari, das Gerais...
(© Luciano Spagnol - poeta do cerrado)

 
Autor
LucianoSpagnol
 
Texto
Data
Leituras
30
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.