https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Introspecção : 

ღ PORTUGAL* ✿LETAL DESTINO *

 
 ღ PORTUGAL*  ✿LETAL DESTINO *
 
Ó amada esta minha pátria
Que nela tive a sorte de ter nascido
Que me prende a alma
Que me amarra o coração

Ó nação valente, imortal
Que és roubada , maltratada
O vento lusitano de mar a mar
Que vives uma fúria sem alcançar

O céu por inquietação
Malditos os que te roubam, são tantos
Que o povo já passa tantos tormentos
Ó terra lusitana que tanto amo

Bela de norte a sul
Amaldiçoo quem te maltrata
Quem te desfigura selvaticamente
Meu cantinho à beira mar

Meu querido amado Portugal.

Open in new window






















Cinzas no chão, veneno no deserto
Trovão no céu, abre-se o desejo
Fogo inextinguível, dor na vesícula
Mastigo o terror de orgulhoso medo

Furor exausto de irritada verdade
Picada em sangue, doce mordida
Cobra de sombra que lança perdida
Batalhas doridas no próprio sustento

Espada de ferro que carrega um anjo
Que mata a carne, que espera esquecida
Chuva de lama que remove a vida
Liga fraudulenta entre os ossos, o cérebro
Torcem o braço até às clavículas

Vermes que não sabem decifrar o silêncio
Práticos pesadelos em caçar talentos
Molhada argila feita de nada para nada
Destino falso de letais falsos profetas


╭✿ ♥
Não me considero poeta
Descobri escrevendo por acaso

Você pode copiar, distribuir, exibir, executar
desde que seja dado crédito ao autor original.



Isabel Morais Ribeiro Fonseca
 
Autor
IsabelRFonseca
 
Texto
Data
Leituras
1275
Favoritos
8
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
92 pontos
8
10
8
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
AntónioFonseca
Publicado: 05/04/2020 10:38  Atualizado: 05/04/2020 10:38
Colaborador
Usuário desde: 31/05/2013
Localidade:
Mensagens: 1906
 Re: 🍁 PORTUGAL _LETAL DESTINO 🌻


Portugal com o seu letal e fatal trato
onde os antepassados lutaram com bravura
deixando o sangue e a vida pela pátria amada
A história de Portugal não deixa dúvidas
Amaldiçoo quem te maltrata
Quem te desfigura selvaticamente
Meu cantinho à beira mar
onde a beleza de norte a sul é ímpar.

Amo-te meu querido Portugal.

Enviado por Tópico
AntónioFonseca
Publicado: 05/04/2020 17:06  Atualizado: 05/04/2020 17:06
Colaborador
Usuário desde: 31/05/2013
Localidade:
Mensagens: 1906
 Re: 🍁 PORTUGAL _LETAL DESTINO 🌻


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 09/04/2020 12:14  Atualizado: 09/04/2020 12:14
 Re: 🍁 PORTUGAL _LETAL DESTINO 🌻
Estamos todos muito ansiosos que esta pandemia, passe.

Dia após dia, o número aumenta cada vez mais. De facto, estamos, todos preocupados com esta carnificina do momento, vírus invisível, que vai varrendo da face da terra (e são já aos milhares), que Deus, tenha misericórdia, de todos nós.

Fico feliz, pela autora, em saber que nasceu em Portugal, do qual também me orgulho,de ter nascido, berço do meu lindo país.

O relato expresso da sua poesia é maravilhosa. Conteúdo, que nos toca profundamente e nos vai fragilizando, em cada dia cada vez mais. Não há que desanimar. Haveremos de vencer, com Deus, do nosso lado, mais uma pandemia, que infelizmente, toca a todos os países.

Gratos cumprimentos.

Enviado por Tópico
Migueljaco
Publicado: 09/04/2020 17:10  Atualizado: 09/04/2020 17:10
Colaborador
Usuário desde: 23/06/2011
Localidade: Taubaté SP
Mensagens: 10240
 Re: 🍁 PORTUGAL _LETAL DESTINO 🌻
Boa tarde IsabelRFonseca, dois poemas de grandeza elementar, uma calorosa homenagem ao vosso amado Portugal, e o outro narrando as premissas norteadoras do nosso cotidiano de lutas, entre trabalhadores e usurpadores da nossa pátria, MJ.

Enviado por Tópico
AntonioCosta
Publicado: 06/05/2020 09:11  Atualizado: 06/05/2020 09:11
Da casa!
Usuário desde: 02/05/2020
Localidade:
Mensagens: 360
 Re: 🍁 PORTUGAL _LETAL DESTINO 🌻
PORTUGAL

Avivo no teu rosto o rosto que me deste,
E torno mais real o rosto que te dou.
Mostro aos olhos que não te desfigura
Quem te desfigurou.
Criatura da tua criatura,
Serás sempre o que sou.

E eu sou a liberdade dum perfil
Desenhado no mar.
Ondulo e permaneço.
Cavo, remo, imagino,
E descubro na bruma o meu destino
Que de antemão conheço:

Teimoso aventureiro da ilusão,
Surdo às razões do tempo e da fortuna,
Achar sem nunca achar o que procuro,
Exilado
Na gávea do futuro,
Mais alta ainda do que no passado.

Miguel Torga, in 'Diário X'

Enviado por Tópico
AntónioFonseca
Publicado: 06/05/2020 15:00  Atualizado: 06/05/2020 15:00
Colaborador
Usuário desde: 31/05/2013
Localidade:
Mensagens: 1906
 Re: 🍁 PORTUGAL _LETAL DESTINO 🌻
Algumas maravilhas de Portugal



Enviado por Tópico
AntonioCosta
Publicado: 10/06/2020 10:03  Atualizado: 10/06/2020 10:03
Da casa!
Usuário desde: 02/05/2020
Localidade:
Mensagens: 360
 Re: 🍁 PORTUGAL _LETAL DESTINO 🌻
MEU PAIS DESGRAÇADO

Meu país desgraçado!…
E no entanto há Sol a cada canto
e não há Mar tão lindo noutro lado.
Nem há Céu mais alegre do que o nosso,
nem pássaros, nem águas…

Meu país desgraçado!…
Porque fatal engano?
Que malévolos crimes
teus direitos de berço violaram?

Meu Povo
de cabeça pendida, mãos caídas,
de olhos sem fé
— busca, dentro de ti, fora de ti, aonde
a causa da miséria se te esconde.

E em nome dos direitos
que te deram a terra, o Sol, o Mar,
fere-a sem dó
com o lume do teu antigo olhar.

Alevanta-te, Povo!
Ah!, visses tu, nos olhos das mulheres,
a calada censura
que te reclama filhos mais robustos!

Povo anémico e triste,
meu Pedro Sem sem forças, sem haveres!
— olha a censura muda das mulheres!
Vai-te de novo ao Mar!
Reganha tuas barcas, tuas forças
e o direito de amar e fecundar
as que só por Amor te não desprezam!

Sebastião da Gama, in 'Cabo da Boa Esperança'