https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

A MEMÓRIA DE UM SILÊNCIO 💖

 
A MEMÓRIA DE UM SILÊNCIO 💖
 
O silêncio sufoca os ruídos da mente
Nas palavras de mil linhas
Ecos do silêncio, suspiro em solidão
Palavras repetidas no orvalho

Madrugada de caminhos
Carecem mensagens de quem amamos
Janelas aprisionadas castigo na alma
Lágrimas de coração mutilado

Nas memórias que o meu corpo sente de ti
Madrugadas fugazes nestes lençóis
Que deixo nas palavras arrastadas em mim
Deste sussurrado grito de frágeis asas

Bebo as tuas letras no cansaço da noite
E faço das fragas de musgo a minha cama
Descanso o corpo já tão devorado por ti
Neste luar de mil beijos

Deixando-me navegar no calor do teu rosto
Nas ondas de tantos beijos dados de ti
Palavras nos ecos feitos em silêncio em cores
De abraços dados no calor que o nossos corpos deixam

No silêncio que sufoca os ruídos da mente neste céu estrelado

💖



╭✿ ♥
Não me considero poeta
Descobri escrevendo por acaso

Você pode copiar, distribuir, exibir, executar
desde que seja dado crédito ao autor original.


Vesti-me de ti nas folhas
Que o outono despia
Cores de tanta beleza
Nos olhares que me deixas nua


💖🌹👒

Isabel Morais Ribeiro Fonseca
 
Autor
IsabelRFonseca
 
Texto
Data
Leituras
594
Favoritos
5
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
60 pontos
6
7
5
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
AntonioCosta
Publicado: 07/05/2020 11:53  Atualizado: 07/05/2020 11:53
Super Participativo
Usuário desde: 02/05/2020
Localidade:
Mensagens: 127
 Re: A MEMÓRIA DE UM SILÊNCIO 💖
O AMOR, MEU AMOR

O Amor, Meu Amor
Nosso amor é impuro
como impura é a luz e a água
e tudo quanto nasce
e vive além do tempo.

Minhas pernas são água,
as tuas são luz
e dão a volta ao universo
quando se enlaçam
até se tornarem deserto e escuro.
E eu sofro de te abraçar
depois de te abraçar para não sofrer.

E toco-te
para deixares de ter corpo
e o meu corpo nasce
quando se extingue no teu.

E respiro em ti
para me sufocar
e espreito em tua claridade
para me cegar,
meu Sol vertido em Lua,
minha noite alvorecida.

Tu me bebes
e eu me converto na tua sede.
Meus lábios mordem,
meus dentes beijam,
minha pele te veste
e ficas ainda mais despida.

Pudesse eu ser tu
E em tua saudade ser a minha própria espera.

Mas eu deito-me em teu leito
Quando apenas queria dormir em ti.

E sonho-te
Quando ansiava ser um sonho teu.

E levito, voo de semente,
para em mim mesmo te plantar
menos que flor: simples perfume,
lembrança de pétala sem chão onde tombar.

Teus olhos inundando os meus
e a minha vida, já sem leito,
vai galgando margens
até tudo ser mar.
Esse mar que só há depois do mar.

Mia Couto, in "idades cidades divindades"


Desculpe o atrevimento....


Enviado por Tópico
AntónioFonseca
Publicado: 07/05/2020 14:08  Atualizado: 07/05/2020 19:13
Colaborador
Usuário desde: 31/05/2013
Localidade:
Mensagens: 1193
 Re: A MEMÓRIA DE UM SILÊNCIO 💖


As palavras são a voz do coração

Confúcio



Enviado por Tópico
JosefaVG1
Publicado: 08/05/2020 12:13  Atualizado: 08/05/2020 12:13
Participativo
Usuário desde: 28/02/2020
Localidade:
Mensagens: 37
 Re: A MEMÓRIA DE UM SILÊNCIO 💖
Gostei poeta

Enviado por Tópico
Migueljaco
Publicado: 09/05/2020 13:13  Atualizado: 09/05/2020 13:13
Colaborador
Usuário desde: 23/06/2011
Localidade: Taubaté SP
Mensagens: 9616
 Re: A MEMÓRIA DE UM SILÊNCIO 💖
Bom dia IsabelRFonseca , teus versos enredam com primazia as inquietudes que as relações de afetos amorosos costumam nos propiciarem, parabéns pelo vosso envolvente poema, e eu te desejo um abençoado dia das mães. MJ.

Enviado por Tópico
AntónioFonseca
Publicado: 26/10/2020 20:19  Atualizado: 26/10/2020 20:19
Colaborador
Usuário desde: 31/05/2013
Localidade:
Mensagens: 1193
 Re: A MEMÓRIA DE UM SILÊNCIO 💖
Quando a dor é demais ❤
Bendito o amor que nos dá asas