https://www.poetris.com/
 
Sonetos : 

Mocidade

 
A juventude morre nos sentidos nossos,
Sepultando-nos risos, sonhos e sabores.
Nos forjamos nós mesmos, com os nossos troços,
Aos nossos anos uma coroa de flores.

A "tempestade e ímpeto"! Ah, que nada...
Goethe pecou no retrato de seu Werther;
Pois que a juventude é uma época errada
Para traçarmos nossos planos numa reta.

Anos passaram e o que foi a adolescência?
Tão só uma pequena perda de inocência.
A mocidade é a vaca tetuda do harém.

Calçarei meus sapatos e andarei nos trilhos,
Deitado e de arrasto: pagarei meu encilho
Ou morrerei, atropelado por um trem.

 
Autor
WesMic
Autor
 
Texto
Data
Leituras
332
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
15 pontos
5
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Gyl
Publicado: 14/06/2020 12:54  Atualizado: 14/06/2020 22:30
Membro de honra
Usuário desde: 08/08/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 15575
 Re: Mocidade
Alexandrinos bem articulados sem, entretanto, conseguir alcançar os hemistíquios na sua totalidade devido as certas regras de escansão. Interessante é que o movimento literário alemão Sturm Und Drang era justamente contrário a essas rígidas regras da escola francesa. São essas nuances que fazem da sua escrita uma escrita inteligente, bem arquitetada e admirável aos meus olhos. Destaco esse verso que me lembrou muito os poetas condoeiros do Brasil do século XIX: " A mocidade é a vaca tetuda do harém."


Enviado por Tópico
SALETI HARTMANN
Publicado: 15/06/2020 05:29  Atualizado: 15/06/2020 05:29
Da casa!
Usuário desde: 31/10/2007
Localidade: Cândido Godói-RS
Mensagens: 305
 Re: Mocidade
Parabéns pelo texto maravilhoso, neste seu poema MOCIDADE.
Muita identificação com o que a Mocidade realmente sugere.
Gostei de ler.
Gostei da sincronização com a realidade.
Surpresa por ser você um jovem, a escrever com Mente antiga.

Saleti Hartmann


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 17/06/2020 13:24  Atualizado: 17/06/2020 13:24
 Re: Mocidade
"Quando a liberdade é deixada intacta, o amor cresce infinitamente"