https://www.poetris.com/
Poemas -> Intervenção : 

"O quê ela pede,"

 
Tags:  I want too  
 
[




"Teu, para sempre, encantadora dama, enquanto a máquina deste corpo me pertencer."


(Hamlet) Cena II, Ato II














Eu a quero, agora.. é toda a minha inspiração
Os seus olhos distantes, a sua imposição
Os seus medos, seus desejos e essa fúria
Qual linha dela que farei e me será a cura

Eu a quero, eu a terei.. da minha exposição
O seu nome me pertence, sua voz e coração
O que ela pede, o que ela sempre quer
Meus ensaios rebuscados, o que dela, vier

Habita a meus espaços! Altera o tempo meu
Avança sobre esse corpo ao lado do seu..
Alimenta minha fome de tanto te procurar..

Na minha pele, na minha febre que não cessará
Confirma a minha única chamada de te ver
Quando se perde dos meus olhos e me torna, a crer




,meu amor..





-


Proibida a entrada de parasitas!(sob pena de retaliação posterior)

Inédito,
 
Autor
Hv|s
Autor
 
Texto
Data
Leituras
116
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
16 pontos
4
2
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
karinna*
Publicado: 15/10/2020 03:41  Atualizado: 15/10/2020 03:41
Da casa!
Usuário desde: 26/11/2017
Localidade:
Mensagens: 203
 Re: "O quê ela pede,"
*inconfundível...te reconheço quando alteio o olhar para as estrelas do meu céu íntimo. Inda mais qdo versas "Amor". Gosto muito.
K*


Enviado por Tópico
IsabelRFonseca
Publicado: 15/10/2020 09:29  Atualizado: 15/10/2020 09:29
Colaborador
Usuário desde: 25/05/2013
Localidade:
Mensagens: 3365
 Re: "O quê ela pede,"


Excelente soneto numa inspiração
poética de tanto sentimento


um abraço poeta